i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Balanço

Seed diz que greve teve adesão de 60%; APP calcula 80%

Secretaria Estadual de Educação anunciou que vai descontar no salário os dias parados dos servidores em greve. APP diz lamentar postura do estado

  • PorAntonio Senkovski
  • 27/04/2015 18:49
Professores estão mobilizados em frente ao prédio da Assembleia Legislativa: nova greve tem relação com  votação de projeto de lei que muda regras da previdência. | Brunno Covello/Gazeta do Povo
Professores estão mobilizados em frente ao prédio da Assembleia Legislativa: nova greve tem relação com votação de projeto de lei que muda regras da previdência.| Foto: Brunno Covello/Gazeta do Povo

A Secretaria Estadual de Educação (Seed) informou nesta segunda-feira (27) que 60% dos servidores da educação no Paraná aderiram à retomada da greve. A APP sindicato, que representa os funcionários e professores das escolas estaduais contesta o número e calcula que a adesão seja de 80%. O Paraná tem cerca de 70 mil professores e mais de 20 mil funcionários, além de mais de 1 milhão de alunos.

No mesmo comunicado, a Seed diz que vai começar a descontar os dias parados dos professores que aderiram ao movimento. “Os Núcleos Regionais de Educação estão orientados a repassar à Secretaria de Estado da Educação a relação completa dos profissionais que aderiram à greve”, diz o documento. O informe traz ainda a informação de que o acordo com os professores, firmado em março, teria sido cumprido integralmente.

A nota defende que o projeto de alterações no Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Paraná foi amplamente discutido nos últimos 50 dias. Segundo o governo, não há mais o que possa ser dito contra a proposta. O documento traz a defesa do argumento de que o governo estadual quer proteger o sistema previdenciário e equilibrar o caixa do estado.

APP Sindicato

A professora Marlei Fernandes, uma das diretoras da APP Sindicato, lamentou a medida tomada pelo estado. “O governo deveria abrir o diálogo com os educadores, e não ser novamente unilateral. Não concordamos com isso, vamos recorrer, vamos às últimas consequências para defender a nossa categoria.”

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.