Um grupo de seis homens armados rendeu o vigia da sede corporativa do Grupo Uninter, na Rua Francisco Nadolny, no bairro Campina do Siqueira em Curitiba, e tentou roubar dois cofres da instituição. A Polícia Militar (PM) informa que o bando não usou explosivos para cometer o ato criminoso. Segundo a corporação, os assaltantes fugiram antes de concretizar o crime. O fato aconteceu por volta das 5 horas desta quarta-feira (10).

Ao chegar ao local da ocorrência, a equipe policial encontrou dois carros que foram utilizados pelo grupo - um Citroën C4 Pallas e uma Ford Ranger. Os cofres estava no interior da caminhonete. Vários explosivos também foram encontrados no interior do Citroën, que ainda tinha um alerta de roubo em aberto. O caso foi repassado à Delegacia de Furtos e Roubos, que vai investigar a ocorrência e tentar descobrir o que motivou os bandidos a abandonarem o cofre e os veículos.

Em nota emitida por meio de sua assessoria de imprensa, o Grupo Uninter desmente parte das informações passadas pela Polícia Militar. Segundo a nota, a ação dos bandidos seria motivada pelo caixa eletrônico, que fica dentro da unidade para atender os colaboradores. “Os assaltantes foram surpreendidos pela segurança da empresa e fugiram sem levar nada. Ninguém ficou ferido”, diz a nota. As atividades do grupo não sofreram nenhuma alteração, com atendimento e aulas sendo realizadas normalmente nesta quarta-feira.

Caixa explodido na RMC

Em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, um grupo de cinco indivíduos armados explodiu um caixa eletrônico dentro de um mercado na Rua Piquiri, no bairro Iguaçu. O crime ocorreu por volta das 4 horas da madrugada e os bandidos fugiram em uma Ecosport. De acordo com a PM, o bando tentou usar maçaricos para efetuar o roubo e, como não obteve êxito, usou explosivos.

Outro nos Campos Gerais

Na região dos Campos Gerais do Paraná, na Colônia Witmarsum, em Palmeira, dois homens armados com fuzis explodiram um caixa eletrônico do banco Sicredi por volta das 4 horas da madrugada. A agência ficou completamente danificada. Uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da PM, foi até o local para averiguar o ocorrido.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]