i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
reforma agrária

Sem-terra ocupam prédio do Incra em Porto Alegre

  • PorAgência Estado
  • 08/09/2009 14:15

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupou na desta terça-feira (8) a sede do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na capital gaúcha para reivindicar, segundo seus dirigentes, a retomada da desapropriação da fazenda Antoniazzi, em São Gabriel (RS), o assentamento das duas mil famílias acampadas no Estado e a revisão dos índices de produtividade das terras.

Os sem-terra chegaram ao local, onde também funcionam os Ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, além da Secretaria de Aquicultura e Pesca, por volta das 8h30, em 10 ônibus. Os sem-terra que participam do ato saíram de Sarandi, São Gabriel, Júlio de Castilhos, Alegrete e São Luiz Gonzaga.

Os manifestantes ocupam os corredores do prédio. O Incra informou que vai pedir a reintegração de posse. Ainda não foi marcada uma reunião entre o movimento e o órgão.

Conforme Silvio dos Santos, integrante da coordenação do MST, a pauta de reivindicações é conhecida pelo Incra. O órgão disse que aguarda a entrega das reivindicações e liberou seus funcionários.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.