i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
paralisação

Servidores da saúde podem retomar greve essa semana

Os trabalhadores vão realizar uma mobilização nesta segunda-feira (27) em frente à Assembleia Legislativa do Paraná para pressionar os deputados a não votarem as mudanças na Paranaprevidência

  • PorKelli Kadanus
  • 26/04/2015 17:25

Cerca de 400 servidores da saúde de todo o estado do Paraná vão se reunir nesta segunda-feira (27) em frente à Assembleia Legislativa do Paraná para pressionar os deputados a não votarem as mudanças na Paranaprevidência propostas pelo governador Beto Richa (PSDB). Os servidores estão em estado de greve desde fevereiro e podem retomar a paralisação dos serviços na terça-feira (28).

De acordo com a presidente do Sindsaúde, Elaine Rodella, os trabalhadores do interior do estado estão organizando caravanas para virem à Curitiba participar da mobilização. “Nós ainda estamos reforçando as chamadas, mas sabemos que tem caravanas do interior vindo das cidades de Cascavel, Londrina, Cianorte e Campo Mourão”, disse. Os servidores de Guarapuava e Paranaguá também podem vir à capital protestar.

Na terça-feira (28) a categoria realiza uma assembleia para definir se retoma a paralisação. Os servidores estão em estado de greve desde fevereiro. De acordo com o SindSaúde, cerca de 2 mil servidores devem estar em Curitiba para a assembleia e a paralisação deverá ser retomada. “A categoria está bastante indignada porque os calotes do governo continuam”, disse Elaine.

Serviços

De acordo com a presidente do sindicato, a mobilização prevista para esta segunda-feira (27) não deve afetar o atendimento à população. Isso porque os servidores que devem deixar os postos de trabalho para se dirigirem ao Centro Cívico são dos setores burocráticos. “Nos locais onde a gente atende a população estamos dizendo para manter o atendimento em pelo menos 50%”, disse Elaine.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.