A instalação de uma máquina de fumaça e a colocação de um manequim coberto por um saco plástico preto deu mais veracidade à encenação | Albari Rosa / Agência de Notícias Gazeta do Povo
A instalação de uma máquina de fumaça e a colocação de um manequim coberto por um saco plástico preto deu mais veracidade à encenação| Foto: Albari Rosa / Agência de Notícias Gazeta do Povo

A simulação de um acidente de trânsito chamou a atenção de quem passou pela Praça Rui Barbosa, na região central de Curitiba, nesta quarta-feira (24). Um carro destruído, do qual saia fumaça, e um "corpo" foram usados para divulgar a campanha educativa batizada de "Ação Social para um Trânsito mais Seguro e Gentil", com o objetivo de conscientizar os motoristas sobre o risco da mistura de álcool e direção. O realismo da encenação levou algumas pessoas a acionarem o Corpo de Bombeiros. A iniciativa da campanha partiu dos alunos do primeiro ano do curso de Administração da FAE Bussines School. A ideia foi usar a curiosidade para pessoas, e distribuir folhetos educativos para aqueles que se aproximassem do local. Para isso, eles levaram até a esquina das ruas Doutor Pedrosa e 24 de Maio, um carro que já havia sido danificado em um acidente. O veículo foi emprestado por uma empresa de seguro. A instalação de uma máquina de fumaça e a colocação de um manequim coberto por um saco plástico preto deram mais veracidade à encenação.

O estudante Juan Pedro Bonatto Curuchet, um dos organizadores da ação, conta que a maioria das pessoas acreditou tratar-se de um acidente verdadeiro. Uma senhora chegou a passar mal ao ver o carro destruído e o manequim. Ela teria achado que a "vítima" era o filho que trabalha com um veículo parecido. "Fomos criticados pelo realismo na simulação. Mas é só desta forma, mais chocante, que as pessoas vão se conscientizar", afirma o estudante.

Para o coordenador do módulo de liderança da faculdade, Marcelo Karam, a finalidade da ação foi prestar um serviço à comunidade, levando informação, e também desenvolver o potencial de liderança dos estudantes. Os folhetos distribuídos durante a ação traziam a mensagem: "Junte os amigos e vá de táxi". No verso, os estudantes demonstraram que é mais barato pagar pelo táxi que a conta do hospital em caso de um eventual acidente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]