i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Circo

SOS Bicho quer derrubar veto à lei

  • Por
  • 14/09/2010 21:34

A ONG SOS Bicho lançou um abaixo-assinado on-line para tentar reverter o veto do governador Orlando Pessuti à lei estadual que proíbe a manutenção e apresentação de animais em circos. Segundo a entidade, o projeto de lei foi aprovado por unanimidade, em ju­­lho deste ano, pela Assem­bleia Legislativa. A presidente da organização, Soraya Simon, coloca que os animais vivem aprisionados, sofrem agressões e são submetidos a um enorme estresse porque são forçados a uma vida totalmente avessa a sua natureza. Além disso, a situação de estresse pode tornar o bicho violento, colocando o público ou até o seu adestrador em perigo durante o espetáculo ou quando escapam das jaulas.

"Não há lado positivo no uso de animais em circos. A beleza dos circos está no talento humano, não no sofrimento e exploração dos animais", diz. Quem quiser aderir ao abaixo-assinado deve acessar o link: http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/6980.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.