Um homem de 33 anos foi preso na tarde de domingo em frente ao Shopping Palladium, no bairro Portão, em Curitiba, acusado de pedofilia. O suspeito teria sido reconhecido por uma das vítimas. Segundo a Secretaria de Estado da Segu­­rança Pública (Sesp), a Justiça já havia expedido oito mandados de prisão, por estupro e atentado violento ao pudor, contra o acusado.

De acordo com a Agência Estadual de Notícias, do governo, o suspeito foi preso depois que um adolescente de 12 anos o reconheceu e avisou o pai. O menino teria sido abusado sexualmente neste ano. Guardas mu­­nicipais que faziam patrulha nas proximidades do Shopping Palladium foram chamados e prenderam o homem. Policiais do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) suspeitam que o acusado tinha ido ao shopping para se encontrar com outra possível vítima.

O suspeito foi levado ao Nu­­cria e depois de encaminhado para o Centro de Triagem 2, em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. Segundo a Sesp, outros meninos podem ter sido vítimas de abusos cometidos pelo homem.

A Sesp descartou a possibilidade de qualquer envolvimento do suspeito preso no domingo com o caso da menina Rachel Genofre, que foi foi encontrada morta em novembro de 2008. O corpo da menina de 9 anos estava dentro de uma mala abandonada na Rodoferroviária de Curi­tiba. De acordo com a Sesp, o acusado tem preferência por meninos. O assassino de Rachel ainda não foi preso.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]