i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Violência

Taxista é estrangulada na Lapa e é encontrada pelo marido

A mulher de 26 anos foi morta na zona rural do munícipio neste sábado (15). A vítima pode ter sofrido violência sexual

  • PorAndrea Torrente
  • 16/11/2014 17:22

Estrangulada e abandonada na zona rural de Lapa, Região Metropolitana de Curitiba, a taxista Ana Karina Ribas Magalhães, de 26 anos, foi encontrada morta no final da tarde de sábado (15) em seu próprio veículo, na localidade de Veaderos. Ela chegou a ser socorrida pelo marido, que também é taxista, e foi levada ao posto de pronto atendimento do município, mas não sobreviveu.

O crime aconteceu por volta das 19 horas numa área que fica a cerca de dez quilômetros do centro da cidade. Poucos minutos antes, a mulher recebeu um chamado para buscar um cliente na região e avisou o marido. Preocupado com a demora da corrida, o homem foi procurar a esposa e a encontrou estrangulada no carro. A suspeita é que ela tenha sofrido também violência sexual, mas ainda falta a confirmação do laudo do Instituto Médico Legal de Curitiba (IML). O celular da vítima também desapareceu do local do crime. A Polícia Civil da Lapa está investigando o caso.

Outros casosO dono de uma lanchonete no bairro Tatuquara, em Curitiba, foi morto a tiros por um cliente em seu próprio estabelecimento por volta das 4h45 deste domingo (16). O corpo de Félis Smokovicz, 39, proprietário do Recanto Campeiro, foi encontrado pelos policiais em posição sentada com pelo menos uma marca de tiros no rosto.

Nos finais de semana, o local funciona também durante a madrugada como bailão. O autor do disparo ainda não foi identificado. O crime aconteceu depois de uma discussão que envolveu a vítima, a esposa dele - que trabalha no local - e outra mulher.

Outro caso de violência envolveu um homem de 25 anos, que morreu baleado durante um confronto com uma patrulha da ROTAM, neste sábado (15). O conflito aconteceu por volta das 17 horas na Rua Divonzir, perto do canal extravasor do Rio Iguaçu.

A ROTAM foi ativada após uma guerra entre dois gangues acontecer na região pelo controle do território. Quando os policiais chegaram ao local, um grupo se dispersou enquanto o outro, formado por quatro pessoas, atirou contra os policiais. Durante o tiroteio, um dos agressores acabou morto, enquanto os outros integrantes da gangue conseguiram fugiram pelo matagal. Um helicóptero foi acionado para perlustrar a região, sem sucesso.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.