Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
| Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

O que plantar

Veja informações sobre as características dos diferentes tipos de plantas, para escolher a que mais combina com a sua rotina:

Alecrim: como é uma planta muito resistente, é ideal para quem não tem muito tempo para cuidar da horta. Adaptado a climas mais quentes e secos, pode passar até três dias sem ser regado. É ideal para temperar carnes, especialmente peixe e frango.

Cebolinha e salsinha: resistem bem ao inverno e precisam ser regadas diariamente para se desenvolverem. Ambas são usadas em sopas, saladas, omeletes e sanduíches.

Hortelã: como as raízes são mais profundas que as das demais ervas, deve-se sempre plantá-la sozinha em um vaso, para não prejudicar o desenvolvimento das outras plantas. Bastante apreciada pela culinária árabe, vai bem em assados e grelhados e pode ser usada na decoração de pratos e no preparo de chás.

Manjericão: prefere temperaturas mais altas ou, pelo menos, amenas. É bom se informar sobre as peculiaridades dos diferentes tipos. O manjericão roxo, por exemplo, não gosta de muito sol. É ótimo para acompanhar pratos da cozinha italiana, como pizzas e molhos para massas.

Manjerona: com características parecidas com o manjericão, ela precisa ser regada todos os dias. Popular nas cozinhas grega e italiana, acompanha pratos com carnes, sopas e pizzas.

Orégano: se adapta bem em vários ambientes e exige pouca água para se desenvolver. Conhecido por seu uso em pizzas, o orégano também pode ser utilizado em molhos e assados.

Pimenta: resistente, é uma planta que gosta de espaço para se desenvolver. Vale a pena plantá-la sozinha na floreira, para que consiga crescer rapidamente. Com seu sabor picante, vai bem em molhos, conservas e temperos.

Sálvia: resiste bem às baixas temperaturas, então se dá bem no inverno. É ideal para quem não tem muito tempo para cuidar, porque pode ser regada a cada dois dias. É usada principalmente para a decoração de pratos e para temperar carnes mais gordurosas, como carne de caça.

Tomilho: é do tipo que não gosta de muita água e pode ser regado a cada dois dias. Uma dica importante: quanto menor a umidade no vaso, mais cheiroso o tomilho fica. Usado principalmente em ensopados e molhos à base de vinho.

Quem tem garante: basta começar uma pequena horta para nunca mais querer abandonar a praticidade de contar com temperos e ervas aromáticas ao alcance das mãos, na sacada do apartamento ou no quintal de casa. Os profissionais que entendem do assunto dizem que a iniciativa dá um pouco de trabalho, mas que vale a pena para ter salsinha, manjericão e pimenta fresquinhos à disposição.

>>Vídeo: Assista a um vídeo com o engenheiro agrônomo Rafael Yano, que mostra o passo a passo para montar uma jardineira com três plantas diferentes em uma caixa de leite

"Outra vantagem é a diferença que a medida garante ao sabor da comida. Quando você começa a perceber quais acompanhamentos vão melhor com cada erva e se preocupa em manter a horta bem cuidada, o gosto dos pratos fica muito melhor", comenta o arquiteto, paisagista e proprietário da Horgânica Cultivos Saudáveis, Ronaldo Leão Rego. A empresa desenvolve projetos para pessoas que desejam montar a própria horta.

Ronaldo explica que os temperos podem ser plantados o ano todo, mas algumas épocas rendem ervas melhores. "No Brasil, o clima é mais regulado, então não há muitas ressalvas. Porém, como na primavera e no verão as plantas se desenvolvem mais, estamos entrando na melhor época para começar a horta."

Quanto às plantas a serem escolhidas, o engenheiro agrônomo e gerente de jardinagem da Esal Flores, Rafael Yano, garante que a decisão é pessoal. "As preferidas são manjericão, cebolinha, salsinha e pimenta", diz.

Plantas como alecrim, sálvia, cebolinha e orégano são mais resistentes e conseguem se desenvolver mesmo com poucos cuidados. Mas não tem jeito: quem pretende ter uma horta em casa precisa gostar de cuidar de plantas. "Se a pessoa não quiser dispor de pelo menos uma hora por semana e colocar a mão na terra de vez em quando, nem adianta começar", adianta o arquiteto.

O principal cuidado antes de começar a horta é se manter atento à quantidade de luz. Todas as ervas precisam, no mínimo, de quatro horas diárias de sol direto, preferencialmente em horários mais amenos, entre 9 h e 15 h. No horário do almoço, o melhor é abrigar a planta na sombra.

Também é bom não exagerar no volume de água. Há plantas que exigem pouca quantidade, como o alecrim, e outras, como a salsinha e a cebolinha, que gostam de muita umidade. Por isso é bom se informar, ficar de olho nas plantas e descobrir a frequência ideal para regar cada uma delas.

O vento forte e o frio também são inimigos, portanto, principalmente no inverno, vale a pena remover as floreiras de locais onde tomem vento direto ou utilizar coberturas adaptadas, como telas ou capas de máquina de lavar roupa.

Verduras e legumes

Para quem está pensando em começar uma horta com ervas aromáticas e logo plantar também verduras e legumes, o arquiteto recomenda paciência. Um pé de alface, por exemplo, precisa de um vaso de pelo menos 30 centímetros de altura e 20 de diâmetro para se desenvolver. "Além de exigir espaço, também há a questão do tempo. O ciclo das verduras e dos legumes é demorado: a pessoa tem de calcular se vale a pena todo o trabalho para esperar dois meses até conseguir uma alface", afirma.

Outro problema é que, mesmo que a pessoa tire apenas algumas folhas para consumo, a alface continua crescendo. "É comum os pés chegarem a um metro de altura, o que é incompatível com um apartamento."

Cuidados

Veja cinco dicas para manter sua horta sempre bem cuidada:

O local: Prefira cômodos onde bate sol direto pela manhã, como a sacada, o quintal e a área de serviço. As hortas mais conhecidas são as horizontais, dispostas em floreiras, que podem ser colocadas no chão. Para quem tem pouco espaço e quer caprichar na decoração, vale a pena investir em hortas verticais.

As pragas: Em caso de praga, uma dica quase infalível é aplicar nas ervas um pouco de óleo de nim – um inseticida e fungicida orgânico. Caso prefira, você pode dissolver um pouco de sabão em pó e uma pitada de sal em água, o que funciona principalmente no caso da cebolinha. Aplique com um borrifador.

A rega: O ideal é molhar as plantas diariamente, mas não exagere na quantidade de água. Para verificar se a rega está correta, coloque um dos dedos na terra e afunde um pouco. Você deve sentir a terra úmida – e não seca ou encharcada. Também vale a pena comprar um tubete perfurado, à venda em lojas de produtos para jardinagem. Formado por uma espécie de canudo, ele fica enterrado no vaso e controla a dispersão da água.

A poda: Os temperos e as ervas aromáticas não precisam de uma poda específica, já que frequentemente as folhas são arrancadas para consumo, mas é bom ficar atento à forma certa de realizar esse processo. No caso do manjericão, nunca se deve puxar a folha de maneira que descasque o caule. O melhor é não usar facas ou tesouras e cortar a folha com as mãos, já que vários temperos reagem ao corte com lâmina. A cebolinha não deve ser cortada, o que faz com que ela brote mais fraca. Como ela é formada por "capas", o ideal é retirar as camadas de fora até a base.

A manutenção: É recomendado afofar a terra pelo menos mensalmente, revirando-a dentro do vaso de maneira delicada para não machucar as raízes. Também é bom acrescentar um pouco de adubo durante esse processo. De seis em seis meses, vale a pena trocar a terra da floreira para renovar os nutrientes.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/pt_BR/all.js#appId=254792324559375&xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

Vida e Cidadania | 2:57

Há várias formas de preparar uma horta. O engenheiro agrônomo e gerente de jardinagem da Esal Flores, Rafael Yano, mostra como montar com uma jardineira com três plantas diferentes em uma caixa de leite.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]