Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida e Cidadania
  3. Tratamento inédito de próstata é realizado em Curitiba

Ultrassom

Tratamento inédito de próstata é realizado em Curitiba

  • Da Redação - terceiraidade@gazetadopovo.com.br
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Um homem de 61 anos e outro de 53 foram os dois primeiros portadores de câncer de próstata a serem submetidos à tecnologia de ultrassom de alta frequência e intensidade (Hifu, da sigla em inglês) para combate do tumor. A técnica é inédita no país e foi aplicada em Curitiba, no Hospital Nossa Senhora das Graças, sob a chefia do médico urologista Marcelo Bendhack, presidente da Associação Latino-Americana de Uro-oncologia. O aparelho usa energia acústica para bombardear as células cancerígenas dentro da glândula. O procedimento, menos invasivo do que cirurgias e técnicas mais convencionais, é realizado por meio de uma cânula introduzida no reto e indicado para tumores em estágios iniciais. O paciente fica hospitalizado por 24 horas e ainda pode receber outras terapias associadas, como radioterapia, hormonioterapia, cirurgia clássica ou nova aplicação de Hifu, se for necessário. “Vai depender da evolução do quadro do paciente. Ambos serão acompanhados pela equipe médica”, explica Bendhack.

O uso do Hifu só foi possível graças ao diagnóstico precoce da doença. Um dos pacientes teve a confirmação em 2009 e o outro, em dezembro do ano passado. Em ambos, o Hifu foi a primeira opção de terapia. O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros, perdendo apenas para o de pele. É também o que mais mata homens com mais de 50 anos. Em média, um em cada seis homens vai sofrer com a doença. Curiosamente, tumores nos testículos dificilmente retornam após dois anos de tratamento. Para ser considerado curado do tumor de próstata, o paciente precisa ser acompanhado por até dez anos após o tratamento.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE