A Polícia Civil fechou três cassinos clandestinos que funcionavam no bairro Rebouças, em Curitiba. A ação ocorreu na tarde desta quinta-feira (16), mas foi divulgada apenas na sexta pelo delegado titular do 2º Distrito Policial, Vilson Alves de Toledo. Ao todo foram apreendidas 107 máquinas caça-níquel e de vídeo bingo, avaliadas em R$ 100 mil, e três cadernos de anotações com dados sobre a clientela. Segundo o delegado, os responsáveis pelos estabelecimentos foram encaminhados à delegacia em flagrante.

Das três casas de jogos, duas funcionavam em residências localizadas nas ruas Almirante Gonçalves e Baltazar Carrasco dos Reis, próximas ao Distrito Policial que conduziu as investigações, e outro no piso superior de uma churrascaria na Rua João Negrão. "Nem os vizinhos desconfiavam dos cassinos", contou Toledo, que classificou as casas de jogos como "fortalezas altamente vigiadas", já que os locais ficavam escondidos e tinham sistemas de vigilância por vídeo para controlar a entrada de pessoas.

O delegado afirmou que a maioria dos frequentadores era formada por idosos e aposentados. As casas tinham capacidade para receber até 40 pessoas.

A polícia chegou aos cassinos por meio de denúncias da população. A investigação durou cerca de 25 dias.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]