i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
São Paulo

Turista atingida por raio em Guarujá chamava o filho para sair do mar, diz irmão

Um perito da Polícia Científica de Guarujá estimou que Rosângela tenha recebido uma descarga superior a 3 mil volts

  • PorFolhapress
  • 14/01/2014 16:23

A turista Rosângela Biavati, 36, que morreu na tarde desta segunda-feira depois de ser atingida por um raio em Guarujá, estava chamando o filho e os sobrinhos para saírem do mar por causa do mau tempo quando recebeu a descarga elétrica.

Ela estava com um grupo de 12 pessoas, entre familiares e amigos, na praia da Enseada, quando o tempo fechou. Eles haviam chegado a Guarujá às 12h e pretendiam passar o dia na cidade.

O irmão dela, Elias Biavati, disse que o tempo fechou por volta de 15h, enquanto o grupo aguardava a retirada do jet ski da família do mar.

Nesse momento, Rosângela foi até a beira d'água para chamar as crianças e foi atingida pelo raio. "Foi tudo muito rápido. Ela estava animada com o passeio e em seguida foi atingida", disse o irmão da vítima.

O marido de Rosângela, Leandro Lopes Santos, e uma irmã dela também sentiram o impacto causado pela descarga elétrica. Leandro ficou com um hematoma no rosto.

Segundo Elias, o grupo não foi alertado sobre o perigo de ficar na praia no início do temporal.

O marido de Rosângela reclamou que não havia "estrutura adequada" para um atendimento de emergência na praia no momento do acidente. "Não tinham nenhum equipamento", disse à reportagem. Segundo ele, a mulher foi socorrida por banhistas e funcionários de uma marina próxima ao local.

Um perito da Polícia Científica de Guarujá estimou que Rosângela tenha recebido uma descarga superior a 3 mil volts. No laudo do IML, consta como causa da morte uma parada cardíaca.

Rosângela era casada havia 13 anos, tinha um filho de dez anos e morava em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo.

A proprietária da loja de roupas em que ela trabalhava como vendedora disse que a funcionária era uma "ótima vendedora, uma pessoa alegre e feliz". "Ainda não caiu a ficha", afirmou Neuma Alves.

O corpo de Rosângela saiu do IML de Guarujá às 17h45 de hoje em direção ao cemitério Vale dos Pinheirais, em Mauá, na Grande São Paulo, onde será velado ainda esta noite.

O corpo da turista será cremado amanhã no crematório de Vila Alpina, na capital paulista.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.