Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Greta Thunberg
Estátua de Greta Thunberg gerou revolta em universidade no Reino Unido| Foto: Reprodução / Twitter / Universidade de Winchester

A Universidade de Winchester, no Reino Unido, gastou quase 24 mil euros (23.760) - o que equivale a aproximadamente R$ 159 mil pelo câmbio atual - para instalar uma estátua da ativista ambiental Greta Thunberg em seu campus. O gasto foi considerado desnecessário e revoltou parte dos estudantes, já que muitos deles estão sendo duramente afetados pela pandemia do novo coronavírus.

À BBC, a presidente da União de Estudantes de Winchester, Megan Ball, afirmou que considera a jovem ambientalista, de 18 anos, um "modelo fantástico", mas que a entidade não apoiou a instalação da estátua por se tratar de um momento tão complicado por causa da Covid-19. Ela ressaltou que os estudantes não puderam ter acesso ao campus da universidade nesses meses de pandemia, muitos têm se esforçado para estudar remotamente e existem aqueles que "desesperadamente" precisam de apoio.

Já a vice-reitora da Universidade de Winchester, Joy Carte, disse ao jornal britânico que a verba utilizada não tem relação com a que é destinada ao apoio estudantil. Segundo ela, o dinheiro veio do montante que já havia sido alocado para a construção do West Downs Centre, um novo prédio no campus.

Diante disso, a entidade estudantil pediu que o mesmo valor gasto com a estátua - quase 24 mil euros - seja investido em ações de apoio aos universitários de Winchester durante a pandemia.

A instalação da estátua tem relação com a Conferência sobre Mudanças Climáticas da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP26, que está programada para ocorrer em novembro de 2021 no Reino Unido.

23 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]