Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida e Cidadania
  3. Verão
  4. Praias ganham nova sinalização

Afogamentos

Praias ganham nova sinalização

Guarda-vidas adotam padrão internacional de bandeiras na orla para orientar os banhistas sobre os riscos do mar

  • Luís Celso Jr.
Vermelho sobre amarelo - Delimita a faixa de mar vigiada pelos guarda-vidas |
Vermelho sobre amarelo - Delimita a faixa de mar vigiada pelos guarda-vidas
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Praias ganham nova sinalização

Matinhos - O veranista que for às praias a partir desta semana vai se deparar com bandeiras diferentes na orla. Trata-se do novo sistema de sinalização do Corpo de Bombeiros para indicar pontos seguros e inseguros de banho, o qual já vinha sendo testado em alguns balneários desde o começo da temporada. As bandeiras são usadas para delimitar a área vigiada pelos guarda-vidas e informar as condições do mar por meio de cores.

O relações-públicas dos Bombeiros, tenente Leonardo Mendes dos Santos, explica que a nova sinalização segue padrões internacionais. E o objetivo é justamente de criar um padrão nas praias brasileiras, para que os banhistas de outros estados e mesmo de outros países não tenham problemas na identificação das orientações. “Serve também para que os veranistas daqui passem a se adequar à nova situação e não tenham problemas em outros lugares, já que essas novas bandeiras são uma ferramenta muito importante para se evitar afogamentos”, explica o tenente.

E a mudança vem em bom momento: antes do feriado de Carnaval, período que, junto com o ano-novo, é o que mais demanda trabalho dos guarda-vidas pelo perfil dos banhistas: jovens do sexo masculino, desacompanhados dos pais, que muitas vezes sabem nadar, mas mesmo assim substimam os riscos do mar, e que costumam ingerir bebidas alcoólicas antes de entrar na água. No Carnaval do ano passado, foram 102 salvamentos e só na última véspera de ano-novo foram 80. “Esperamos que, conforme o tempo vá passando, as pessoas identifiquem e entendam as novas bandeiras, e, assim, consigamos diminuir os afogamentos”, afirma o tenente Santos.

Identificação

O tenente Santos explica que o banhista deve observar se no local está estendida a bandeira com a cor vermelha sobre a amarela, que significa que o local é acompanhado por guarda-vidas.

Em frente aos postos de guarda-vidas também haverá bandeiras indicando as condições do mar. Se for verde,

o banhista pode aproveitar o local sem problemas. Se for amarela, é preciso atenção. Se for vermelha, a área está perigosa, mesmo para nadadores experientes. Já se forem duas bandeiras vermelhas, a área está interditada. “Todas as manhãs, os guarda-vidas fazem o reconhecimento dessas áreas e levam em consideração vários fatores, como as correntes, que não são visíveis da areia”, conta o tenente Santos.

A estudante de Pedagogia Carina Cecon e o namorado, o estudante de Administração Derison Latola, ambos de 21 anos, passeavam pela Praia Brava de Caiobá acompanhados pelo pai de Carina, o administrador Marcos Cecon, 45. Eles já haviam visto as bandeiras, mas só ficaram sabendo do significado de cada cor ontem. “É interessante ver essa preocupação. E não é algo muito difícil. É meio intuitivo”, diz Marcos.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE