Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Reprodução/Facebook
| Foto: Reprodução/Facebook

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Ortigueira, nos Campos Gerais, João Batista Luiz Borges (PSDB), de 49 anos, foi executado na noite desta segunda-feira (18).

O vereador estava em casa quando três homens armados invadiram o local. A esposa dele foi amarrada e mantida refém. Borges foi levado para uma zona rural da cidade onde foi assassinado com um tiro na cabeça.

A Polícia Civil investiga o caso.

Segundo crime

João Batista Luiz Borges é o segundo vereador a ser assassinado na cidade. Em abril deste ano o vereador Rafael Ribeiro Costa (PTN) e seu pai, Joarez Costa - conhecido como Caboclinho -, foram mortos a tiros em uma suposta emboscada, também na área rural.

Caboclinho era um personagem conhecido na crônica policial do Paraná. Ele chegou a ser preso durante a CPI do Narcotráfico em 2000 por suspei­­ta de participar de uma quadrilha de roubo de carros, mas o caso foi ar­­quivado por falta de provas. Em 2007, foi julgado e condenado a 17 anos de prisão pela morte de Jesael Cubas, ocorrida em 1999.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]