i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Santa Catarina

Voluntário do PR caminha 11 horas para resgatar corpos de vítimas de deslizamento

  • PorGazeta do Povo
  • 08/12/2008 10:53

Veja as imagens gravadas pelo empresário durante sua caminhada por Ilhota

O empresário Márcio Miler foi um dos muitos voluntários do Paraná que foram a Santa Catarina para ajudar no resgate de vítimas nas enchentes. Praticamente de montanhismo, ele caminhou durante 11 horas pela região dos deslizamentos para participar do resgate de corpos.

De acordo com informações do telejornal Paraná TV 2.ª Edição, da RPC TV, Miler decidiu ir a Santa Catarina na semana passada, após receber um pedido de ajuda de um amigo da família, que tinha perdido dois parentes num deslizamento de terra em Ilhota . Miler partiu para a cidade catarinense munido de equipamentos de escalada. Lá ele conversou com Bombeiros e Defesa Civil para se certificar que não haveria risco de novos desmoronamentos. Na caminhada pela região, o empresário encontrou o corpo de uma mulher de 26 anos e chamou o resgate. "Eu não sei como fiz isso. Na hora não pensei, fiz. Se perguntasse hoje como faria e se ia fazer, eu diria que não", contou Miler à reportagem da RPC-TV.

No fim da jornada, Márcio chegou a um sobrado onde cinco pessoas morreram soterradas. O sobrado era considerado o mais seguro da região. "Por ironia, as casas ao lado ficaram em pé e este sobrado veio ao chão e caiu dentro de um vale com 15 metros de lama", contou o voluntário.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.