i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
lEGISLATIVO MUNICIPAL

Câmara volta hoje ao trabalho sob a sombra de Derosso

Fim do recesso reacende polêmica sobre irregularidades em contratos de publicidade da Casa. Presidente licenciado pode retornar ao cargo no dia 21 de fevereiro

  • PorCaroline Olinda
  • 31/01/2012 21:13
Apesar de afastado do cargo, Derosso mantém o poder na Câmara | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Apesar de afastado do cargo, Derosso mantém o poder na Câmara| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

O que vem por aí

Confira alguns dos temas que devem ser analisados pelos vereadores ao longo deste ano:

Comissões

Os novos integrantes das comissões permanentes e a eleição do presidente e vice de cada uma delas vão tomar tempo dos vereadores nas primeiras semanas do trabalho legislativo. A definição dos nomes que comandarão cada uma das comissões neste ano deve sair até a segunda semana de fevereiro.

Horário

Os vereadores pretendem votar ainda neste primeiro semestre a transferência das sessões plenárias para o período da manhã. Comum nos anos eleitorais, a mudança pode se tornar permanente. A proposta é que as sessões sejam iniciadas às 9 horas e sigam até o meio-dia. Os vereadores argumentam que, com isso, teriam mais tempo para trabalhar nos bairros e visitar secretarias municipais.

Regimento

Depois de aprovaram a revisão na Lei Orgânica do município, os vereadores querem agora alterar o regimento interno da Câmara. A intenção é modernizar as regras da Casa e adaptá-las à nova Lei Orgânica. A expectativa é de que o novo regimento seja votado em junho.

CPIs

Três CPIs aguardam para serem instaladas na Câmara. Uma delas, do vereador Felipe Braga Cortes (PSDB), pretende investigar os serviços de telefonia fixa e celular na capital. A outra, de autoria de Emerson Prado (PSDB), trata de irregularidades na conservação do leito ferroviário. E uma terceira, do vereador Serginho do Posto (PSDB), pede investigação sobre a participação da prefeitura de Curitiba na gerência de trechos de rodovias federais.

Interatividade

Qual a sua opinião sobre a possível volta de Derosso ao comando da Câmara de Curitiba?

Escreva para leitor@gazetadopovo.com.br

As cartas selecionadas serão publicadas na Coluna do Leitor.

  • Kuzma: agora, a melhor nota de transparência.
  • Câmara de Curitiba: sessões podem ser pela manhã.

Os trabalhos na Câmara Mu­­nicipal de Curitiba em 2012 re­­começam hoje sob a sombra das denúncias envolvendo o presidente licenciado da Casa, o vereador João Cláudio Derosso (PSDB). Suspeito de contratar de forma irregular empresas de publicidade que prestaram serviço para a Casa, Derosso solicitou licença do cargo por 90 dias em novembro do ano passado. A solicitação foi feita depois que o Ministério Público pediu a condenação de Derosso por improbidade administrativa.

Ainda não se sabe se o tucano irá pedir prorrogação do pedido. Caso isso não ocorra, Derosso retorna à presidência em 21 de fevereiro. Nos bastidores, as opiniões se dividem sobre o possível retorno do tucano ao cargo – que ocupa há 15 anos. Alguns vereadores dizem que não existe mais clima para Derosso voltar à presidência da Casa. Outros, no entanto, acreditam que ele ainda tem respaldo entre os colegas e são grandes as chances de seu retorno.

Na avaliação da vereadora Professora Josete (PT), apenas se ocorresse alguma indicação de punição a Derosso ele não retornaria à presidência. "Eu sinto que, internamente, a Casa não está disposta a romper com essa lógica. Se houvesse essa vontade, tanto a CPI como o processo no Conselho de Ética teriam tido outro desfecho", argumenta.

Os processos da Câmara Municipal relacionados às possíveis irregularidades na publicidade da Casa (contratos no valor de cerca de R$ 30 milhões) acabaram em "pizza". Os dois processos que corriam no Conselho de Ética foram arquivados após o pediso de licença de Derosso. Já a Comissão Parla­­­mentar de Inquérito (CPI) que apurava as denúncias contra o tucano inocentou o vereador sob o argumento de que os indícios de irregularidades não eram conclusivos.

Apesar desses resultados, Paulo Salamuni (PV) diz perceber um sentimento entre os colegas contra a volta de De­­rosso ao cargo. "Há um sentimento, mas eles parecem não ter vontade de manifestar isso", afirma o vereador, que acredita que a era Derosso na presidência da Câmara teria de ser encerrada. "Eu acho que ele deveria se afastar definitivamente e a Câmara eleger um novo presidente para [comandar a Casa] até o fim deste ano."

A reportagem procurou Derosso por telefone e em seu gabinete, na Câmara Municipal, mas ele não foi localizado para comentar o assunto. A secretária do gabiente do vereador afirmou que ele estava na Casa e recomendou que fosse procurado no gabinete da presidência, no qual também não foi encontrado.

InterinoSubstituto do substituto abrirá ano legislativo

O ano legislativo na Câmara de Curitiba será aberto hoje, numa sessão plenária, pelo vereador Tico Kuzma (PSB). Ele substitui o presidente interino da Câmara, Sabino Picolo (DEM). Picolo assumiu o cargo por causa do afastamento de João Claudio Derosso (PSDB) da presidência da Câmara. Kuzma fica como presidente da Casa até domingo. Nesse pe­ríodo, Picolo fica à frente da prefeitura, devido à viagem do prefeito Luciano Ducci (PSB) à Europa.

"Esse é um grande desafio, que enfrento com muita alegria", diz Kuzma, que está no segundo mandato. O vereador pretende, nos dias que ficará como presidente, organizar a pauta de votação dos próximos dias e a nova composição das comissões permanentes. As lideranças dos partidos já indicaram os integrantes de cada comissão, que agora têm de definir o presidente e vice.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.