Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | Pilar Olivares/Reuters
| Foto: Pilar Olivares/Reuters

O cumprimento do mandado de busca e apreensão na empresa Odebrecht (foto) determinado pelo juiz federal Sergio Moro foi marcado por uma confusão nesta terça-feira (28). De acordo com a Polícia Federal, integrantes do departamento jurídico da empresa estariam se opondo ao cumprimento da ordem sob o argumento de que as mensagens relacionadas à investigação da Lava Jato estariam armazenadas em servidores no exterior. De acordo com o delegado da PF Igor Romário de Paula, os policiais tiveram dificuldade para cumprir o mandado e a solução foi pedir uma nova ordem a Moro. Na nova decisão, o juiz autoriza a PF a cumprir o mandado, “se necessário mediante a utilização de força e prisão daqueles que se opuserem ao cumprimento da ordem judicial”.

Silêncio

A corrupção no Brasil está em processo de metástase.

Athayde Ribeiro Costa, procurador da República que integra a força-tarefa da Lava Jato.

A Gazeta do Povo entrou em contato com a Odebrecht, mas até o fechamento desta edição não teve nenhum posicionamento sobre o assunto. A advogada Dora Cavalcanti, responsável pela defesa da empresa, também foi procurada, mas não quis se manifestar porque estava em uma reunião.

Minha placa, meu número

O Tribunal de Contas do Paraná (TC-PR) multou um ex-prefeito de Candói, no Sul do Paraná, por ter emplacado 11 veículos do município com o número 45, uma referência ao PSDB, partido ao qual é filiado. Elias Farah Neto foi prefeito da cidade entre 2009 e 2012 e terá de pagar multa de
R$ 1.450,98. Cabe recurso da decisão.

TC mais transparente

Ainda no TC-PR, o órgão voltou a divulgar os salários de servidores sem a necessidade de o usuário informar seus dados pessoais. Desde 10 de novembro do ano passado, o TC exigia que os usuários, para ter acesso às informações, digitasse o nome completo, CPF, data de nascimento e e-mail, além de um código verificador. A cada consulta essas informações precisavam ser reinseridas.

Lanterna

O TC-PR é o penúltimo dos órgãos estaduais que pedia informações pessoais para divulgar informações salariais identificando o servidor público. Diferentemente de todos os demais, a Defensoria Pública do estado apenas divulga a matrícula dos servidores e respectivo salário, sem, no entanto, identificar o servidor público.

ACM Neto passeia

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas mostra que o atual prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), caminha para uma reeleição tranquila. Em todos os cenários pesquisados o neto de Antônio Carlos Magalhães aparece com mais de 60% das intenções de voto. No mais apartado, ACM Neto tem 61,5% contra 11,8% do petista e ex-governador da Bahia Jaques Wagner. Foram ouvidos 604 eleitores entre 22 e 26 de julho. A margem de erro é de 4%.

Tira voto

A mesma pesquisa mostrou que o PT anda em baixa na capital baiana. O apoio da presidente Dilma Rousseff diminuiria a vontade de votar no candidato para 75% dos entrevistados. Já a ajuda de Lula faria com que 53,9% rejeitassem o concorrente.

Colaboraram: Bruna Maestri Walter, Carlos Eduardo Vicelli, Kelli Kadanus e Rhodrigo Deda.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]