i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Notas políticas

Crimes hediondos

  • PorRicardo Marques de Medeiros – notaspoliticas@gazetadopovo.com.br
  • 11/07/2010 21:16
Senador Hélio Costa (PMDB-MG) |
Senador Hélio Costa (PMDB-MG)| Foto:
  • O vice-presidente José Alencar passou ontem por um procedimento cirúrgico após detecção de obstrução em uma artéria. Ele está internado desde quarta-feira no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Em princípio, passaria por uma sessão de quimioterapia, mas após avaliações foi diagnosticada uma isquemia cardíaca, o que estava provocando uma irrigação insuficiente em uma das paredes laterais de seu coração. Alencar passou, então, por um cateterismo (exame para verificar as condições de vasos sanguíneos), para descobrir a causa do problema. A previsão é que Alencar deixe o hospital na quinta. Ontem ele recebeu a visita do presidente Lula

O Senado discute na quarta-feira a Lei de Crimes Hediondos. Um projeto do senador Hélio Costa (PMDB-MG) tenta aumentar o tempo que os condenados por esse tipo de crime têm de cumprir antes de ganhar o livramento condicional.Quando a lei foi criada, em 1990, a redação previa que os condenados tinham de cumprir integralmente a pena em regime fechado. Em 2006, o Supremo Tribu­­nal Federal considerou o rigor da lei excessivo e inconstitucional. Em 2007, veio um abrandamento: era preciso cumprir dois terços antes da condicional. Agora, a proposta é au­­mentar o tempo para cinco sextos da pena.

O debate na quarta será na CCJ. Se aprovado, o texto vai para a Câmara dos Deputados sem necessidade de ser analisado em plenário.

Aliás...

Também nas próximas semanas, durante o "esforço concentrado", o Senado deve votar a Proposta de Emenda Constitucional que propõe exigir novamente diploma para jornalistas profissionais. No ano passado, o STF declarou que a exigência, que vigia desde os anos 60, era inconstitucional. Agora, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) pretende mudar a Constituição para pacificar a questão.

Emenda 29

Prefeitos de todo o país vão a Brasília amanhã para pressionar o Congresso Nacional a regulamentar a Emenda Constitucional 29, que define os critérios de investimento na saúde para União, estados e municípios, mas, sem a regulamentação, não entra em vigência.

Qual a nota?

A ONG Contas Abertas lança nesta quarta-feira um índice de transparência que analisará os sites de todos os Executivos de estados e do governo federal. O índice dará notas de 0 a 10 às páginas da internet. A ideia, segundo a ONG, é criar uma "competição saudável entre os gestores públicos em prol da transparência e do controle social".

Número

R$ 40 milhões é quanto o projeto do deputado Luiz Claudio Romanelli prevê que a Copel destine para ajudar o Atlético a reformar a Baixada para a Copa de 2014. No fim de semana, assinaturas eram recolhidas na Boca Maldita, em Curitiba, para apoiar a proposta. O tema é polêmico e promete agitar o Legislativo na audiência desta quarta-feira.

* * * * * *

Pinga-Fogo

"Se o Roberto recebeu Fidel Castro aqui, por que eu não posso receber o PT?"

Lily Marinho, viúva de Roberto Marinho, sobre seu encontro com a candidata petista Dilma Rousseff, no fim de semana.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.