Dos nove candidatos a vice-presidente da República, sete nunca venceram uma eleição e quatro sequer concorreram.

Entre os que nunca disputaram está o candidato a vice de Marina Silva (PV), Guilherme Leal, o mais novato de todos. Leal se filiou ao partido apenas no ano passado.

A falta de experiência em política partidária é inversamente proporcional ao patrimônio de Leal, o único empresário entre os que disputam o cargo. Ao Tribunal Superior Eleitoral, o candidato a vice declarou ser dono de R$ 1,19 bilhão. O valor é superior também ao patrimônio de todos os candidatos à Presidência.

Dos nove candidatos a vice, quatro são funcionários públicos, um é militar da reserva, um é dentista e outros dois são deputados federais.

Os únicos que já disputaram e venceram uma eleição são os deputados federais Michel Temer (PMDB), vice de Dilma Rousseff (PT), e Indio da Costa (DEM), vice de José Serra (PSDB).

De todos os candidatos a vice, o presidente da Câmara, Michel Temer, é o mais antigo na política, tendo, inclusive, assumido por duas vezes, de forma interina, a Presidência da República. Fora o empresário Leal, os dois deputados são os que possuem o maior patrimônio, segundo a relação de bens que declararam ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os que declararam os menores patrimônios são funcionários públicos. Hamilton Assis (PSOL) declarou ser dono de um carro, ano 2004, no valor de R$ 19 mil. Cláudia Durans (PSTU) sequer registrou bens na Justiça Eleitoral.

"Tenho uma casa e um carro, mas os dois financiados. Ainda não terminei de pagar. Não posso declarar o que ainda não é meu", afirmou a candidata.

Confira abaixo quem são os candidatos a vice.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]