Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Apesar de o governo Michel Temer (PMDB) ter vendido a nova legislação como “a moralização das nomeações nas estatais” e um ponto final na interferência política nesses órgãos, as indicações para Itaipu atendem a políticos do Paraná, já que a sede da empresa fica em Foz do Iguaçu, na região Oeste.

Atual diretor-presidente da Copel, Luiz Fernando Vianna foi indicado pelo governador Beto Richa (PSDB) para ser o diretor-geral brasileiro da usina. A diretoria financeira executiva será ocupada por Marcos Vitório Stamm, que esteve lotado no gabinete do Senado do hoje deputado federal Sérgio Souza (PMDB).

Já a indicação para a diretoria jurídica coube ao também deputado federal Fernando Francischini (SD). Para o cargo, ele sugeriu o nome da advogada Marilice Perazzoli Collin, que é formada em Administração e Direito e possui um escritório de advocacia na capital do estado.

Marcos Antonio Baumgärtner – funcionário de carreira da hidrelétrica − assumirá o posto de diretor técnico executivo. Ele é indicado pelo 1.º secretário da Câmara dos Deputados, Fernando Giacobo (PR).

Também farão parte do novo comando de Itaipu Ramiro Wahrhaftig (diretor de coordenação), indicado pelo presidente do PSD do Paraná, o ex-deputado federal Eduardo Sciarra; e Rubens de Camargo Penteado (diretor administrativo), que foi secretário-geral do PPS estadual por vários anos e é ligado ao deputado federal Rubens Bueno (PPS).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]