Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Veja que nova pesquisa mostra candidatos oscilando dentro da margem de erro |
Veja que nova pesquisa mostra candidatos oscilando dentro da margem de erro| Foto:

Pesquisa encomendada por Indio da Costa tem diferença menor

Pesquisa de intenção de voto para presidente da República realizada pelo Instituto GPP indica diferença de 5,5 pontos porcentuais a favor da candidata petista Dilma Rousseff. Segundo o instituto, ela tem 46,4% das intenções de voto, enquanto José Serra (PSDB) soma 40,9%.

Leia a matéria completa

São Paulo - A candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, aparece com 11 pontos percentuais de vantagem sobre seu adversário no segundo turno das eleições, o tucano José Serra, segundo pesquisa realizada e divulgada ontem pelo Datafolha. Ela aparece com 49%, contra 38% do tucano. O resultado, em votos totais, é semelhante ao registrado no último levantamento do instituto, realizado no dia 21 (na semana passada, a petista estava à frente com 50% a 40%). Nos votos válidos, o resultado foi idêntico ao da última pesquisa: Dilma tem 49% contra 38% de Serra.

A segmentação dos resultados do novo levantamento mostra que não foi eficiente a estratégia de Serra de reforçar sua presença no Sudeste e no Sul do país, o chamado "cinturão tucano", onde teve votação expressiva no primeiro turno.

No Sudeste, o tucano perdeu três pontos porcentuais e agora é derrotado pela petista por 44% a 40%. No Sul, ele perdeu dois pontos percentuais, mas ainda vence Dilma – que cresceu dois pontos – por 48% a 41%.

No Nordeste, ponto forte da petista, a distância entre os dois adversários, que oscilaram negativamente um ponto, ficou a mesma da pesquisa passada (37 pontos, ou 64% a 27%).

Desta vez, foram entrevistados 4.066 eleitores em 246 municípios em todos os estados do país. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Pretendem votar em branco ou anular o voto 5% dos eleitores entrevistados (eram 4% no último levantamento), enquanto 8% dizem estar indecisos (contra 6% da última pesquisa).

PopularidadeMaior cabo eleitoral da presidenciável Dilma Rousseff, o presidente Lula também está se beneficiando do período eleitoral. Pela terceira semana consecutiva, a avaliação de seu governo obteve um patamar recorde de aprovação na série histórica do Datafolha na pesquisa realizada e divulgada hoje pelo instituto. No levantamento atual, 83% dos eleitores brasileiros avaliaram sua administração como ótima ou boa.

Na semana passada, essa aprovação chegava a 82%. No mesmo período, o patamar dos que consideram seu governo regular passou de 14% para 13%, enquanto 3% dizem que ele é ruim ou péssimo, índice que se manteve. Dois de cada três eleitores de Serra (67%) avaliam a gestão de Lula como ótima ou boa. Entre os eleitores de Dilma, esse índice chega a 96%.

Para 80% dos eleitores que votaram em Marina no primeiro turno, a gestão do petista é ótimo ou bom. A nota atribuída ao governo Lula no atual levantamento é 8,2, a mesma registrada na semana passada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]