i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
campanha

Serra defende equipe que pense igual na Fazenda e Banco Central

Candidato tucano defendeu a reforma política e o voto distrital para municípios com mais de 200 mil habitantes

  • PorReuters
  • 22/07/2010 15:26

O candidato à Presidência da República, José Serra, afirmou nesta quinta-feira que o futuro governo precisa montar uma equipe homogênea, "em que todo mundo pense igual".

"Hoje tem diferenças entre a Fazenda, Planejamento e Banco Central...Tem que ter um time harmônico", disse Serra em entrevista à TV Brasil que vai ao ar às 22h.

Ele defendeu desonerar investimentos, mas não fez nenhuma proposta específica. Sobre eficiência fiscal, uma de suas principais defesas nesta campanha, afirmou que "é preciso que o gasto público cresça menos que a economia porque isso alivia a carga tributária".

O tucano afirmou que todos os presidentes da República, sem exceção, subestimaram suas próprias forças em relação ao Congresso. Ao fazer a constatação, prometeu "enfrentar" o status quo e aprovar a reforma política.

"Estou disposto a enfrentar, sim. Eu conheço o Congresso. Estive lá, ao todo, 16 anos...Tenho longa experiência legislativa e avalio que é possível (enfrentar), principalmente se começar por áreas que não afetem tanto o interesse eleitoral dos parlamentares."

Ele propôs o voto distrital para municípios acima de 200 mil habitantes e disse que é possível implantar a mudança até 2012. Os pontos restantes da reforma político seriam aprovados pouco a pouco.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.