i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Eleições 2010

TSE já autorizou segurança em 11 cidades no segundo turno

Tribunal ainda precisa julgar o pedido de outros 115 municípios. Estado do Pará pediu reforço para 80 cidades até o momento

  • PorAgência Estado
  • 25/10/2010 15:45

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já autorizou até esta segunda-feira (25) o envio de tropas federais para 11 municípios – 10 de Rondônia e um da Paraíba - para a realização do segundo turno das eleições, que ocorrem neste domingo (31). Outros 115 pedidos ainda aguardam análise dos ministros do TSE. Até o momento, o estado do Pará concentra a maior parte dos pedidos feitos para este segundo turno, 80 ao todo.

Além do Pará, outros cinco estados também pediram reforço. Alagoas pediu reforço federal para nove cidades, Amapá e Paraíba para uma, Piauí 25 e Rondônia, 10 cidades. Em todos esses estados, além da eleição para Presidente da República, haverá também eleição para governador.

No primeiro turno, o TSE autorizou o envio de tropas federais para 256 municípios de 12 estados. Assim como neste segundo turno, o Pará também foi o estado que mais pediu reforço, sendo 108 ao todo. Os tribunais regionais eleitorais têm até o sábado (30), véspera da eleição, para pedir ao tribunal o reforço na segurança. Em casos de emergência, novas concessões de reforço poderão ser feitas até domingo pelo presidente da corte, Ricardo Lewandowski.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.