Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Divulgação/TSE
| Foto: Divulgação/TSE

No roteiro de todas as campanhas eleitorais lá estão eles, os candidatos com nomes curiosos. Até podem não estar entre os mais lembrados pelos eleitores na hora do voto, mas fazem parte do folclore político e garantem momentos de descontração durante o período eleitoral.

Eles chamam a atenção, seja nos santinhos ou no horário eleitoral – que, para postulantes a vereador, agora é restrito a inserções durante a programação normal de rádio e TV.

Veja mais notícias sobre as eleições de 2016

Veja todos os candidatos a prefeito e vereador

Acesse o guia dos candidatos

Alguns já são figurinhas carimbadas, como é o caso do palhaço Linguiça de Circo, que já foi candidato nos últimos dois pleitos, ou o Papai Noel, que atende também pelo nome de Paulo Duarte e já disputou inclusive uma vaga na Assembleia Legislativa.

Conheça alguns dos concorrentes com nomes curiosos nas eleições 2016 em Curitiba:

1 – Nem Hilda, nem Carreta. É ele, Amarildo Furacão. Aos 52 anos, o cabeleireiro é candidato pela primeira vez.

2 e 3 – Alicate e Bia Borracheira. No cadastro de informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) consta “outros” no espaço para a ocupação de Jorandir Ferreira e Beatriz Freire Rodrigues, sem dar nenhuma pista sobre a profissão dos dois.

4 e 5 – Dois cowboys disputam vaga na Câmara Municipal de Curitiba. Um é Ivair Aparecido Piedade, o Cowboy Urso Manco, e o outro é Sergio Ney Alves, o Pirulito Cowboy.

6 – A foto de urna do comerciante Edivaldo Alves Moura, com vasta pelagem em cima da boca, não deixa dúvida: ele é o Bigode do Unidos da Vila.

7 – Seis candidatos se autodenominaram “polacos” nos nomes que constarão nas urnas, mas Roberto de Souza Liz foi além e cravou o Polaco do Ônibus. Na ocupação informada ao TSE consta que é motorista de transporte coletivo.

Os conectados

Em tempos de mídias digitais, não faltaram candidatos dispostos a surfar na onda, trazendo símbolos do meio virtual para a sisuda tela da urna eletrônica. É o caso de Non@to e Rodinei Prado #fizminhaparte. O representante comercial Ricardo Di Ricco Pinheiro escolheu como nome político Ricardo Um Cara Ligado e o ator Claudinho transformou seu nanismo em um sonoro “Ahnão”.

8 – Modéstia não é com ele. Daniel Gaier Sanches prefere ser chamado de Daniel Autonível – assim mesmo, com “u”. É que ele promove baladas automotivas.

9 – O nome parece uma homenagem ao bairro mais populoso de Curitiba, mas Divina CIC faz referência, na verdade, ao nome da dona de casa Divina da Aparecida Lara Panicio.

10 – Longe da Branca de Neve, mas perto da Zona Sul de Curitiba. Assim está o servidor público municipal José Carlos dos Santos, o Dunga da Vila Hauer.

11 – Ao que parece, Fabio Augusto de Almeida não liga de ser chamado de ogro. Ele adotou o nome do monstro verde do cinema, mas fez uma livre adaptação na grafia e virou o Fabio Chereck.

12 – Faça sua aposta: o candidato só quis chamar a atenção, ele pretendia se diferenciar de alguém, foi um erro de registro, é um slogan ou apenas se cansou de soletrar? Luiz com Z foi o nome adotado para a urna pelo servidor público municipal Luiz Carlos Gomes.

13 – João Soares de Lima Filho e Aparecido Reginaldo Morais dos Santos tascaram como nome de urnas os apelidos. Aparecem como João Madruga e Kafubira, respectivamente.

Os fortões

Representantes dos clássicos de ação do cinema também estão na lista de candidatos a vereador de Curitiba. O mais famoso é o Vin Diesel Curitibano, nome adotado pelo vendedor de panos de prato Marcos Aparecido Salvo, que já esteve em alguns programas de TV graças à semelhança com o astro de Hollywood. Completando o elenco dos fortões aparecem Braddock e Conann, respectivamente, o aposentado Carlos Roberto de Oliveira e o motorista José Aparecido Silvério.

14 – Marcos Henrique Chaves decidiu adotar um pseudônimo que mais parece um nome de herói dos quadrinhos: virou Marcos Cavalheiro Solidário.

15 – Se depender de Rosane Maria Lopes Gonzaga, a Câmara de Curitiba poderá ter uma mulher-fruta. No caso, a Mulher da Fruta. No cadastro da Justiça Eleitoral não consta se ela é feirante ou algo do gênero...

16 – Ainda na linha alimentícia, o servidor público municipal Luiz Carlos Machado de Camargo não hesitou em tascar um Xuxu, com X mesmo, como nome de urna.

17 – Ele brilha todos os dias na região Sul de Curitiba. É o Sol do Pinheirinho, nome adotado pelo técnico Charles Renê Michelon.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]