Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Antônio More/Gazeta do Povo
| Foto: Antônio More/Gazeta do Povo

O candidato Ney Leprevost (PSD) afirmou nesta segunda-feira (24) que o baixo nível da campanha neste segundo turno pode afastar o eleitor. A afirmação foi feita em entrevista ao ParanáTV 2ª Edição, quando o apresentador, Sandro Dalpícolo, perguntou se o número de votos brancos e nulos pode aumentar ainda mais em relação ao primeiro turno.

Veja a entrevista do candidato do PSD na íntegra

Greca evita criticar Richa por adiamento em reajuste do funcionalismo

Leia a matéria completa

Leprevost afirmou que a culpa do baixo nível da campanha, com acusações de parte a parte, seria de seu oponente, Rafael Greca (PMN). “Aguentei três dias”, disse Leprevost, afirmando que depois decidiu reagir ao que considerou como agressões de seu oponente. “Entendo perfeitamente a indignação do eleitor”, disse o candidato do PSD.

Na entrevista, o candidato disse que sempre foi contra as ocupações das escolas – o assunto vem aparecendo no segundo turno porque o presidente da União Paranaense de Estudantes Secundaristas (Upes), Matheus dos Santos, participou da campanha de Ney. “Sempre fui contra”, disse. Segundo Leprevost, a causa dos estudantes é justa, mas haveria maneiras melhores de protestar. O candidato também lamentou a morte de um estudante numa escola ocupada, ocorrida na tarde desta segunda.

Leprevost se comprometeu novamente a “abrir as caixas pretas” da prefeitura, como as informações sobre o ICI e a Urbs em 90 dias de gestão. “Já no primeiro dia abriremos uma auditoria”, disse.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]