Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida Pública
  3. Emília Belinati é eleita para o lugar do filho na Sanepar

Em família

Emília Belinati é eleita para o lugar do filho na Sanepar

Ela é ex-mulher de Antônio Belinati, ex-prefeito de Londrina que foi cassado duas vezes, e mãe de Antônio Carlos Belinati Filho, que assumiu o lugar deixado por Fábio Camargo na Assembleia

  • Amanda Audi
  • Atualizado em às
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Emília Belinati herdou o cargo do filho na Sanepar. Ela foi escolhida para o posto de Diretora Comercial na última terça-feira (6). Emília não era funcionária da entidade até então, mas a sua indicação foi aprovada por unanimidade pelo conselho do órgão – que é formado, em sua maioria, por indicados do governo estadual.

A nova diretora é mãe de Antônio Carlos Salles Belinati (PP), que deixou o mesmo cargo na Sanepar para assumir o lugar deixado por Fábio Camargo na Assembleia Legislativa. Camargo foi eleito conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná no mês passado.

Emília foi casada com o ex-prefeito de Londrina, Antônio Belinati (PP), que foi cassado duas vezes pela Justiça Eleitoral – a primeira vez em 2000 e a segunda em 2008. Ela também já foi vice-governadora durante duas gestões de Jaime Lerner e deputada estadual no começo da década de 1990. Ela deve ficar no cargo comissionado de diretora da Sanepar até 9 de junho de 2015.

Indicação do governador

A indicação para o cargo tem influência direta do governador Beto Richa (PSDB) e mostra que o peso do sobrenome Belinati ainda é forte no estado, analisa Marco Rossi, sociólogo da Universidade do Norte do Paraná (Unopar).

A posse de Emília no lugar do filho não espantou o sociólogo. “Ainda não conseguimos eliminar do Paraná a coisa da política do sobrenome”, lamenta. Ele avalia que o “belinatismo” está associado ao populismo. E que com as carências do estado, esse tipo de discurso político ainda tem força. Um dos representantes do belinatismo, Marcelo Belinati (PP), sobrinho do ex-prefeito, perdeu as eleições para a prefeitura de Londrina no ano passado, contrariando as expectativas.

Emília foi procurada pela reportagem, mas não pôde atender as ligações. A assessoria da Sanepar informou que ela estava em reuniões e não daria entrevista nesta quinta-feira. A informação sobre a eleição dela para o cargo de diretora comercial da Sanepar foi confirmada pela entidade em comunicado voltado aos seus acionistas e investidores datado da última quarta-feira (7).

Salário

Não é possível saber qual é o salário do cargo porque a Sanepar não divulga os vencimentos de seus funcionários. A medida segue na contramão da decisão do governo estadual de divulgar os salários dos servidores desde 1º de agosto – apesar das falhas no sistema. A assessoria da Sanepar informou que os salários não são publicados para evitar problemas judiciais.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE