Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O líder do PR na Câmara, deputado Anthony Garotinho (RJ), encaminhou, na manhã desta terça-feira, 17, um pedido de acesso ao inquérito da Polícia Legislativa sobre a fraude no processo de votação ocorrida na sessão que apreciou o projeto de redistribuição dos royalties do petróleo. No episódio, ficou constatada a falsificação da assinatura do deputado Zoinho (PR-RJ), que não estava presente na sessão.

Além do pedido de Garotinho, a diretoria-geral da Casa foi sondada pelo presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) sobre a disponibilidade das imagens de vídeo dessa sessão dos royalties, realizada em março.

O Ministério Público concedeu mais 60 dias para que a Polícia Legislativa aprofunde as investigações e aponte um responsável pela fraude. Além do uso das imagens, a diretoria-geral também não descarta a possibilidade de solicitar ao exame grafotécnico dos parlamentares, como sugeriu o líder do PMDB na Câmara, deputado Eduardo Cunha (RJ).

O diretor-geral da Casa, Sérgio Sampaio, não quis revelar detalhes sobre a retomada da apuração, para não comprometer os próximos passos da investigação da Polícia Legislativa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]