i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
operação calicute

Justiça Federal determina transferência de Sérgio Cabral para Curitiba

Ex-governador será levado para carceragem da PF, onde dividirá cela com três presos

    • Agência O Globo
    • 09/12/2016 19:38
    Sérgio Cabral é transportado pela PF na ocasião de sua prisão, no Rio | Fernando Frazão/Agência Brasil/Arquivo
    Sérgio Cabral é transportado pela PF na ocasião de sua prisão, no Rio| Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Arquivo

    O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, determinou a transferência do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) do Complexo de Gericinó, em Bangu, zona oeste do Rio, para Curitiba. Cabral vai dividir cela com outros três presos na carceragem da Polícia Federal da capital paranaense.

    O ex-governador está preso desde o dia 17 de novembro na cadeia pública José Frederico Marques. Sua prisão ocorreu no âmbito da Operação Calicute, da PF e Ministério Público Federal (MPF-RJ), que apura desvios de R$ 220 milhões em obras do governo estadual. Além de Cabral, mais dez pessoas foram presas no dia da operação. A advogada Adriana Ancelmo, mulher de Cabral, também foi presa nesta semana.

    A Operação Calicute é um desdobramento da Lava Jato que é conduzida por procuradores de Curitiba. De acordo com as investigações, Cabral era o cabeça do esquema de corrupção e pagamento de propina, que envolvia obras da Andrade Gutierrez.

    A Polícia Federal concluiu no dia (30) o inquérito relativo à 1º fase da Operação Calicute. As investigações resultaram em 16 pessoas indiciadas pelos delegados federais que conduziram o procedimento por crimes que vão de corrupção passiva e ativa, organização criminosa a lavagem de dinheiro. Serão instaurados ainda outros inquéritos policiais para aprofundamento de novas vertentes da investigação. Entre os indiciados estão o ex-governador Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

      Receba Nossas Notícias

      Receba nossas newsletters

      Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

      Receba nossas notícias no celular

      WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

      Comentários [ 0 ]

      O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.