i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
discurso

Ministro sai, entra outro e governo continua, diz Temer

Temer discursou no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) durante a sessão de abertura do ano judiciário

  • PorAgência Estado
  • 01/02/2012 10:29

O presidente da República em exercício, Michel Temer, disse nesta quarta que a palavra "crise" é usada indiscriminadamente para se referir às sucessivas trocas de ministro no governo federal. Temer discursou no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) durante a sessão de abertura do ano judiciário.

"As pessoas usam palavras inadvertidamente, sem conceituá-las. Veja que o que o mais se fala nos últimos tempos é a palavra crise. Tem crise no Judiciário, Legislativo, Executivo. É uma crise administrativa? Econômica? É uma crise política? Ou institucional, que é a mais grave das crises? As pessoas usam indiscriminadamente a palavra crise", disse Temer.

"Vejo isso muito no Executivo, quando um ou outro ministro sai. Meu caro, ministro sai, entra outro, e o governo continua", emendou. O comentário de Temer ocorre diante da expectativa da saída do ministro Mário Negromonte do Ministério das Cidades.

Conforme o jornal "O Estado de S.Paulo" informou na edição de hoje, Negromonte aguarda apenas a volta da presidente Dilma Rousseff da viagem oficial a Cuba e Haiti para tomar a iniciativa de entregar o cargo. O nome mais cotado para assumir a pasta é o do líder do PP na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB).

Além de Temer, participaram da sessão de abertura do ano judiciário os presidentes do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso, da Câmara dos Deputados, Marco Maia, e do Senado, José Sarney.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.