Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O prefeito de Chopinzinho, Leomar Bolzani (PSDB), foi preso pela Polícia Civil neste domingo (22) por envolvimento na morte do procurador do município, Algacir Teixeira de Lima. Ele e outras seis pessoas foram presas por envolvimento no crime, que aconteceu no último dia 16.

De acordo com o Secretário de Segurança Pública do Paraná, Fernando Francischini, o procurador estava chegando em casa, com as duas filhas, quando foi assassinado por Darci Aquin o. O prefeito é acusado de encomendar o crime. “O procurador vinha fazendo denúncias ao Ministério Público sobre a atuação de um grupo dentro da Prefeitura chefiado pelo prefeito e desde dezembro a morte do procurador já estaria encomendada”, disse Francischini.

Gaeco prende o prefeito de Prudentópolis

Prefeito é preso no Paraná por usar tratores e servidores em fazenda

Alguns dias antes do crime, o prefeito foi comunicado do bloqueio de bens dele, por causa das investigações sobre irregularidades na Prefeitura, de acordo com o secretário de Segurança. O total prometido pelo crime era de R$ 6,5 mil, mas de acordo com Francischini, Aquino recebeu apenas R$ 2,5 mil antes de ser preso.

De acordo com a Sesp, além do suposto assassino e do prefeito, foram presos duas pessoas que o ajudaram na fuga, um casal que intermediou a contratação e um ex-funcionário da Prefeitura da cidade. “O ex-funcionário da Prefeitura é o que liga realmente todo o crime.

Outro lado

A reportagem da Gazeta do Povo tentou entrar em contato com a Prefeitura de Chopinzinho, mas ninguém foi localizado para comentar o assunto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]