i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde

Presidente da Assembleia do Rio recebe alta do hospital

Deputado Paulo Melo teve uma fratura exposta no pé direito no fim da noite de sábado, 21, quando bandidos armados tentaram invadir o sítio em Rio Bonito

  • PorAgência Estado
  • 24/06/2014 09:39

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputado Paulo Melo, recebeu alta do hospital Copa D'Or, em Copacabana, na zona sul do Rio, às 10h30 desta terça-feira. Contrariando orientações médicas, ele seguiu para uma sessão na Alerj, informou a assessoria de imprensa. O deputado teve uma fratura exposta no pé direito no fim da noite de sábado, 21, quando bandidos armados tentaram invadir o sítio em Rio Bonito.

A assembleia destacou ontem uma comissão para acompanhar a investigação policial da tentativa de invasão do sítio do deputado Paulo Melo (PMDB), presidente da casa, sábado à noite. A comissão terá deputados de diferentes partidos: Luiz Paulo (PSDB), Zaqueu Teixeira (PT), Flávio Bolsonaro (PP) e Paulo Ramos (PSOL).

"Diante do episódio de violência sofrido pelo presidente da Alerj, a casa solicita aos órgãos competentes a devida apuração dos fatos e a identificação e punição dos responsáveis pelo crime", diz nota enviada pela assembleia agora há pouco. No domingo, 22, por meio de sua assessoria de imprensa, o deputado informou que acredita ter sido uma ação de assaltantes, e não crime político.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.