i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Carlópolis

Promotores atendem no salão do júri

  • PorMarco Martins, correspondente em Santo Antônio da Platina
  • 28/03/2009 21:03
Veja onde fica Carlópolis, no estado do Paraná |
Veja onde fica Carlópolis, no estado do Paraná| Foto:

Falta de manutenção prejudica trabalhos em Foz

Sem nenhuma reforma desde a inauguração, há 13 anos, o Fórum Estadual de Foz do Iguaçu acumula problemas que acabam dificultando o trabalho dos quase 350 servidores e estagiários e das centenas de usuários que circulam pelo prédio diariamente. Além das rachaduras nas paredes, do revestimento do piso que se solta frequentemente, exigindo reparos paliativos, e da rede elétrica e de informática defasadas, o maior desafio dos últimos meses tem sido driblar as altas temperaturas.

Leia a matéria completa

Carlópolis - O salão do júri do Fórum de Justiça de Carlópolis, no Norte Pioneiro, é usado pelos promotores de Justiça da comarca para atender a população da cidade de pouco mais de 10 mil habitantes. No mesmo espaço, foram erguidas divisórias que são usadas pelos oficiais de justiça que atuam no local.

A medida foi uma determinação da diretora do fórum, a juíza Tatiane Garcia de Oliveira Claudino, já que a estrutura do local tem apenas cinco salas e dois gabinetes. De acordo com ela, as mudanças foram feitas com dinheiro do Fundo Rotativo do Judiciário e teve o objetivo de melhorar o atendimento à população.

Construída há 22 anos, a estrutura do atual fórum de Carlópolis não reúne mais condições de abrigar o judiciário. O local é pequeno, as salas são apertadas e há uma série de problemas estruturais que comprometem o atendimento à população. A própria diretora do fórum reconheceu que – com tantos problemas – o atendimento fica comprometido.

Conforme a juíza, o prédio tem graves problemas de infiltração, principalmente no teto. "Na sala de audiência por exemplo, quando chove, a mesa fica molhada, porque a água escorre do teto", disse a juíza. Como se não bastasse, o piso da sala não é antiderrapante, o que já causou acidentes com idosos que participavam de audiências. Na mesma sala, apenas duas, das quatro luminárias funcionam.

Outro problema que incomoda é a falta de segurança do local. Sem vigias e com o sistema de alarme quebrado há meses, a própria diretora do fórum disse que não se sente segura no local, principalmente quando o trabalho precisa varar noite adentro. "Agora já nem fico aqui mais depois do expediente. Tenho muito medo", confessou.

Além da falta de espaço, dos problemas na estrutura, o fórum também sofre com a escassez de serventuários. Hoje são três profissionais em duas varas, mas até o mês passado era apenas um. O ideal seriam nove.

Se falta material humano sobram processos nas escrivaninhas dos cartórios. De acordo com a diretora do fórum, são mais de 3, 5 mil processos acumulados aguardando julgamento ou apreciação. "Com tanto processo, o ritmo é lento e o atendimento é comprometido", avalia a juíza.

Tantos problemas poderiam ser resolvidos se o Tribunal de Justiça do Paraná tivesse construído o novo fórum da cidade, previsto no Orçamento da corte ainda em 2008. Para Tatiane Claudino, a justificativa foi a de que o terreno que seria doado para a construção não atendia as exigências, como a distância com o centro da cidade.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.