Vídeo do voto de Sarney, que apoiou Dilma nas eleições | Reprodução da internet
Vídeo do voto de Sarney, que apoiou Dilma nas eleições| Foto: Reprodução da internet

Um vídeo que registra o momento em que o senador José Sarney (PMDB-AP) aparentemente digita o número 45 (do tucano Aécio Neves) em uma urna eletrônica em Macapá (AP) no último domingo está correndo a internet. Sarney, que é aliado do PT e apoiou formalmente a reeleição da presidente Dilma Rousseff, negou que tenha votado no tucano. Segundo a assessoria do senador, o vídeo é falso e faz parte do "jogo sujo" que marcou a disputa eleitoral nas redes sociais.

O vídeo que viralizou nas redes sociais é uma ampliação da reportagem exibida do­­mingo pela TV Amapá, re­­transmissora da TV Globo. Nele, aparecem apenas a mão, a urna, o local da votação e um paletó bege com adesivos de Dilma e do candidato do PDT ao governo do Amapá, Waldez Góes, eleito com apoio de Sarney. Não é possível enxergar o rosto do eleitor. A imagem mostra que o eleitor chegou a encostar o dedo na tecla de número "1", titubeou e acabou digitando 45 e confirma. Os rostos de Aécio e seu vice, Aloysio Nunes Ferreira, aparecem na tela.

Embora Sarney negue a autenticidade do vídeo, uma comparação com a cena original, mais aberta, na qual aparece o rosto do senador, mostra várias semelhanças.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]