Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
A sala principal do restaurante se transformou em um pequeno burgo medieval
A sala principal do restaurante se transformou em um pequeno burgo medieval| Foto: Divulgação/Monica Vinella

Se não fosse pelo tilintar das louças e pelo aroma das receitas veganas e vegetarianas, qualquer um que adentrasse o grande salão do restaurante Capra e Cavoli, em Milão, teria a impressão de estar em um set cinematográfico. Mesas e cadeiras alojadas em charmosas casinhas de madeira. O cenário porém nada tem a ver com a paixão dos proprietários por cinema. Pelo contrário. A pandemia devido ao coronavírus foi a responsável por essa criativa transformação que resultou na redução da capacidade 70 para 35, uma medida para assegurar o distanciamento social imposto pelas normas anti-Covid.

Barbara Clementina Ferrario, dona do restaurante vegano e vegetariano que fica no bairro boêmio Isola, de Milão, conta porque optou pelas "casinhas" ao invés das clássicas divisórias.  "Queríamos recriar o clima "amigável" típico dos burgos medievais, mas sempre tendo em mente a distância. Assim, criamos esses espaços que lembram pequenas moradias em madeira, usando velhas portas e janelas. E todas elas com vista para uma pracinha", explicou a italiana para o jornal La Repubblica. "Trabalhamos com o designer Pietro Algranti que possui um laboratório de peças de decoração realizados com materiais reciclados, e cada uma das 14 mesas foi transformada em uma casinha com uma identidade própria".

O cenário medieval foi desenvolvido pela proprietária e por um designer
O cenário medieval foi desenvolvido pela proprietária e por um designer| Divulgação/Monica Vinella

Apesar da distância e da separação física entre cada mesa, as pessoas ainda conseguem se ver, sem porém interagir. O objetivo de Barbara Clementina Ferrario foi o de proporcionar à sua clientela uma experiência única, oferecendo assim, além da boa culinária vegana e vegetariana, algumas horas de relax com total segurança.

Apesar da redução na capacidade do restaurante, os preços não sofreram nenhum tipo de alteração. "Não gosto e jamais hipotizei aumentar o valor dos pratos. Ninguém tem culpa pelo acontecido e assim sendo, não é justo que o cliente pague pelo nosso prejuízo durante os meses de lockdown", acrescentou ao jornal italiano a proprietária do Capra e Cavoli. "Poderia ter instalado as divisórias de acrílico mas acredito que o investimento em uma decoração criativa seja a minha demonstração de esperança quanto ao futuro". A clientela, é claro, agradece!

As 14 mesas possuem vista para uma praça montada no centro do restaurante
As 14 mesas possuem vista para uma praça montada no centro do restaurante| Divulgação/Monica Vinella
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]