Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
“A longevidade não busca em acrescentar ‘anos a vida’, mas sim ‘vida aos anos'”
| Foto:

As pessoas buscam viver mais e melhor. Graças a modernos métodos isso é possível, aliando boa alimentação e práticas saudáveis de vida. Uma das novidades é a modulação hormonal, conhecido como o chip da beleza.

Aldo Grisi, médico especialista em endocrinologia, longevidade e modulação hormonal, fala sobre a modulação hormonal, quais os benefícios do método e como funciona a personalização para cada paciente. "O corpo humano é parecido com uma máquina. Precisamos da manutenção correta", explica.

O médico também relaciona a longevidade com a sanidade mental. "Uma série de fatores colaboram, como a meditação, fé, religião, praticar o bem, viver cercado de bons amigos, ter um pet", enumera.

Sobre o fator religião, o médico diz que ao orar, hormônios específicos são liberados. "Além de a religião dar esperança e motivação para nossa vivência na Terra."

Em relação à modulação hormonal, Grisi diz que é diferente da reposição. Isso porque a reposição ocorre em doses pesadas, depois que o paciente perde em muita quantidade, no envelhecimento. "A modulação é mais eficaz por ter um acompanhamento ao longo do tempo, trazendo resultados melhores. Tratamos para ter qualidade de vida na longevidade", acrescenta o médico.

Confira entrevista completa com Aldo Grisi, médico especialista em endocrinologia, longevidade e modulação hormonal, ao programa 'A Protagonista'.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]