Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
contas Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes, tem uma empresa offshore em seu nome no exterior.| Foto: Edu Andrade/Ascom/ME

Um total de 627 mil brasileiros que receberam o auxílio emergencial vão ter que devolver o dinheiro que pegaram porque não faziam jus às regras do benefício e fingiram que não sabiam. Já eram aposentados, ainda tinham emprego, estavam dentro daquele programa de manutenção de emprego e renda, ou ganham acima do mínimo, mas pegaram o dinheiro e vão ter que devolver. E já é a segunda turma que vai ter que devolver. Uma primeira turma já teve que devolver mais de R$ 40 milhões que pegou, digamos, sem querer. Eu diria que isso virou um teste de honestidade.

Ter conta no exterior não é crime

A oposição fez um barulho enorme porque o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, têm contas no exterior. Só que não é conta aberta agora não, nem conta que recebeu aportes agora. Campos Neto era diretor do Santander no exterior antes de assumir o BC. Antes de virar ministro, Guedes era dono de um banco, o BTG, e operava no exterior, com tudo declarado no seu Imposto de Renda.

Ter conta no exterior não é crime. Se Guedes não declarasse isso no seu impostos, aí seria um problema, mas não é o caso. Do mesmo que se eles ficassem depositando o dinheiro agora, no exercício do cargo público. Eu até acho que eles fizeram retiradas para se sustentar, porque o salário de ministro e de presidente do Banco Central é muito pequenininho comparado com o que recebe um banqueiro, como era o caso deles antes de entrarem no governo. Eles devem é estar precisando de dinheiro e não com dinheiro sobrando.

Segurança digital

Eu fico pensando que o Facebook, o Instagram e o WhatsApp pararam de funcionar por sete horas e olha que eles são referência mundial em segurança digital e avanço tecnológico. Mas a pane mostrou que não há segurança 100%.

A única segurança 100%, de acordo com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, é a urna digital no nosso processo de contagem de votos. Eu tenho a impressão que aquele pessoal lá da Califórnia, do Vale do Silício, vai ter que pedir ajuda aqui para o Tribunal Superior Eleitoral para receber umas dicas de como ser 100% seguro. Vai precisar fazer isso.

Morbidez na frente do Senado

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), sugeriu que se faça um "cemitério" para registrar as mortes por Covid-19 no Brasil e o Senado aprovou. Vão botar 27 "lápides" (representando todas as unidades da federação) dentro do espelho d'água do Congresso, claro que a "obra" será feita por algum escultor famoso. E nós vamos pagar mais essa.

Coronavac vetada

Já foram 301 milhões de doses de vacina distribuídas para estados e municípios. Agora o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que não vai fazer novo contrato com a Coronavac até que ela seja declarada definitiva pela Anvisa.

Porque de modo geral, a vacina experimental é dada a voluntários. Mas no caso desse caráter emergencial, foi-se atrás do que se tinha. Quando acontece uma coisa dessas, a gente recorre ao que se tem para salvar vidas e evitar sofrimento.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]