Alvaro Dias diz que não deve fazer campanha para Fruet, nem para ninguém
| Foto:

alvaro_090814

Não é segredo para ninguém que o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) pretende sair do atual partido, de preferência para disputar a Presidência da República em 2018. Apesar disso, Alvaro diz não ter nenhuma pressa para aproveitar a “janela” de troca de partidos que a lei garante antes da eleição municipal.

Isso porque, apesar de ter interesse em acompanhar a eleição de 2016, para as prefeituras, diz que provavelmente não irá fazer campanha para ninguém. Caso quisesse fazer campanha para Gustavo Fruet (PDT), por exemplo, dificilmente poderia fazer isso do PSDB, já que Fruet e o PSDB estão rompidos.

Além disso, embora não se saiba quem será, provavelmente os tucanos terão um candidato próprio ou apoiarão oficialmente algum aliado (com grande probabilidade, o ex-prefeito Luciano Ducci, do PSB). “Vários dos possíveis candidatos à prefeitura me apoiaram em 2014 para o Senado. Tenho bom relacionamento com vários deles, não só com o Gustavo”, disse.

Sobre a possibilidade de ir para o PV, como se cogitou recentemente, Alvaro não diz nem que sim nem que não. “Já se falou no PV antes e agora essa discussão volta”, afirma. E mais não diz.

Siga o blog no Twitter.

Curta a página do Caixa Zero no Facebook.

 

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]