Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Conselho reclama que um preso da Lava Jato tirou o direito de 500 outras pessoas
| Foto:

Com colaboração de João Frey:

O Conselho da Comunidade de Curitiba aproveitou a passagem da presidente do Supremo Tribunal Federal pela cidade para reclamar de algumas coisas. Uma delas foi o veto ao indulto presidencial de Michel Temer. Supostamente, o indulto beneficiaria gente graúda da Lava Jato.

No entanto, o documento, assinado pela advogada Isabel Kügler Mendes, diz que apenas um único preso da Lava Jato poderia ser beneficiado. E que o veto sem limites de Cármen Lúcia prejudicou pelo menos 500 outros detentos, só no Paraná, que teriam direito a sair da cadeia.

Leia mais: Ninguém topa alugar jato para Beto Richa por R$ 4,8 milhões

O conselho também reclama de uma resolução nacional que acabou com a obrigatoriedade de que haja certas áreas específicas nos presídios, como uma área para a educação dos presos. Segundo o texto, trata-se de um retrocesso que dificulta a ressocialização.

Por fim, o conselho lembra a ministra da situação de mais de 700 presos de uma operação feita no Paraná, a Alexandria, que estão entrando no terceiro ano de prisão preventiva sem julgamento.

Siga o blog no Twitter.

Curta a página do Caixa Zero no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]