i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Certas Palavras

Foto de perfil de Certas Palavras
Ver perfil
Serviço público

Sem juízes, procuradores e parlamentares, reforma administrativa é parcial

  • 03/09/2020 22:28
Reforma administrativa chega ao Congresso
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, no ato de entrega da proposta de reforma administrativa ao Congresso.| Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

A reforma administrativa proposta pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido) não afeta magistrados, parlamentares, militares e membros do Ministério Público. Segundo o secretário especial-adjunto de Desburocratização do Ministério da Economia, Gleisson Cardoso Rubin, a proposta não se estende a essas carreiras do funcionalismo “porque, constitucionalmente, o chefe do Executivo não pode propor normas de organização dos demais Poderes”.

Com juízes, promotores, procuradores, deputados, senadores e militares de fora, a reforma administrativa tende a ampliar as disparidades salariais já existentes no serviço público. Estudo realizado pela FGV Social e publicado pelo jornal O Globo, em maio do ano passado, mostra que os membros do Ministério Público e do Poder Judiciário estão entre as carreiras com maiores salários no setor público. Só ficam atrás dos titulares de cartório.

As carreiras não atingidas pela proposta da reforma deverão manter benefícios que devem ser extintos para os futuros servidores, como férias superiores a 30 dias, licença-prêmio (direito a três meses de licença para tratar de assuntos de interesse pessoal a cada cinco anos) e adicionais por tempo de serviço.

No entendimento de Rubin, os membros do poder Judiciário não atingidos pela reforma são juízes, desembargadores e ministros dos tribunais superiores. Já no Legislativo, são os parlamentares. Promotores e procuradores do Ministério Público também estão nessa categoria e estão isentos da reforma.

Com a impossibilidade de o governo propor mudanças nas carreiras de outros poderes, fica nas mãos do Congresso a decisão de incluir outras categorias. O Poder Judiciário e o Ministério Público também podem propor mudanças nos seus quadros, mas a avaliação é que dificilmente tomarão a iniciativa.

Ao receber a proposta do governo, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou que espera votar a reforma pelo menos na Câmara até o fim do ano, mas não falou em mudanças em outros poderes.

A proposta do governo também deixa de fora os servidores de carreiras típicas de Estado. As carreiras que serão ‘blindadas’ são aquelas que exercem funções essenciais da administração pública e que não encontram paralelo no setor privado. A lista dessas carreiras deverá ser fixada em lei complementar. Hoje, inclui diplomatas e auditores fiscais, entre outros.

5 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 5 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • K

    Klin

    ± 2 horas

    Espera-se que o congresso tenha a hombridade de incluir na reforma também estas carreiras, pois são elas que oneram os cofres públicos com vencimentos elevados e uma prestação de serviços na maioria das vezes duvidosa. Caso contrário estará sacramentada e legalizada as categorias de CASTAS no Brasil.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • N

    Nm

    ± 3 horas

    a mania de Culpar o EXECUTIVO pelas LEIS QUE O CONGRESSO DEVE CONSTRUIR E APROVAR. Concordo deixar poderes Legislativo e JUdiciário de fora é inaceitavel, mas isso CABE AO CONGRESSO, vamos cobrar dessa cambada de incompetentes. Ontem tive a pachora de ouvir um vídeo de discussão da reforma tributária... tem deputado e senador que só querem tumultuar, e outros que simplesmente não entendem o que está sendo discutido e, outros ainda que abordam temas completamente fora do contexto.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • T

    Tarso

    ± 12 horas

    Sobrou para os servidores da base da pirâmide. Alguém achava que iria ser diferente. É no topo da pirâmide é que estão as mordomias. Reforma tímida e ridícula. Mais uma vez não tiveram coragem de mexer com os poderosos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • G

    GISELE

    ± 12 horas

    Que lastimável . Deixar de fora os mais iguais .

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Humberto B

    ± 12 horas

    É de chorar ter uma justiça tão lenta, tão complicada prescreverem processos de políticos corruptos nas gavetas mórbidas do STF, assim como os absurdos de suas atuações em casos com suspeição , celeridade de julgar os pedidos de PT, PSOL etc. Enquanto centenas de milhares de casos repousam em suas gavetas.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.