Sessão foi aberta às 19 horas, mas já interrompida cerca de 15 minutos depois. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Sessão foi aberta às 19 horas, mas já interrompida cerca de 15 minutos depois. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados| Foto:
Sessão foi aberta às 19 horas, mas já interrompida cerca de 15 minutos depois. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Sessão foi aberta às 19h, mas acabou interrompida cerca de 15 minutos depois. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

No momento da abertura da sessão da Câmara dos Deputados destinada a deliberar sobre a cassação ou não do mandato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por volta das 19 horas de hoje (12), um terço da bancada do Paraná registrava presença no painel eletrônico da Casa.

Entre os 30 paranaenses, já estão por aqui: Aliel Machado (Rede), Christiane Yared (PR), Ênio Verri (PT), Evandro Roman (PSD), Leandre (PV), Leopoldo Meyer (PSB), Luciano Ducci (PSB), Nelson Padovani (PSDB), Rubens Bueno (PPS) e Sandro Alex (PSD).

No mesmo instante, um total de 175 parlamentares colocaram suas digitais no sistema.

Ao longo da tarde, o quórum registrado no plenário era maior, mas o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mandou “zerar” o painel eletrônico ao abrir a sessão da noite. Em seguida, Maia suspendeu os trabalhos por uma hora, alegando que aguarda por um “quórum maior”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]