Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Deputado federal Valdir Rossoni (PSDB-PR). Foto: Antonio More/Arquivo Gazeta do Povo
Deputado federal Valdir Rossoni (PSDB-PR). Foto: Antonio More/Arquivo Gazeta do Povo| Foto:

O deputado federal licenciado Valdir Rossoni (PSDB-PR) resolveu fazer um “live” no Facebook, na noite de domingo (6), prometendo esclarecer fatos que vieram à tona na semana passada, a partir das sete ações civis públicas da Operação Quadro Negro – até então só havia uma ação penal sobre o caso. Na maior parte da transmissão, contudo, o tucano preferiu criticar a reportagem levada ao ar pela RPC sobre o tema.

Embora não seja alvo de nenhuma das ações civis públicas, Rossoni, que hoje está no cargo de secretário-chefe da Casa Civil de Beto Richa (PSDB), acabou indiretamente envolvido no caso. Um dos principais nomes do escândalo, Maurício Fanini, ex-diretor da Secretaria da Educação, disse que a Valor Construtora foi indicada por Rossoni, quando o tucano era presidente da Assembleia Legislativa. E trecho do depoimento de Fanini com tal informação consta nas ações civis públicas (ver abaixo).

Na internet, Rossoni negou. “Mentira da grossa. Eu não indiquei. O diretor da Fundepar [Maurício Fanini] esteve em Bituruna vendo as obras e me perguntou se esta construtora teria feito as obras bem feitas. E eu disse: muito bem feitas, diga-se por sinal. Mas se alguém cometeu irregularidade na licitação, não foi o governador Richa e nem o deputado Rossoni”, afirmou o secretário-chefe da Casa Civil.

Veja trecho do depoimento de Maurício Fanini, destacado pelos promotores de Justiça que assinam as ações civis públicas:

 


Veja como foi a transmissão na internet:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]