• Carregando...
Garcia aciona MP por vereador divulgar Boulos com verba pública
| Foto: Reprodução/ Instagram

Douglas Garcia (Republicanos-SP), ex-deputado estadual e pré-candidato a vereador por São Paulo, fez uma representação na Corregedoria da Câmara Municipal do estado, bem como no Ministério Público Eleitoral, visando responsabilizar o vereador Toninho Vespoli (Psol-SP). O político do Psol encaminhou a apoiadores uma revista financiada com recursos de seu gabinete na Câmara de São Paulo, contendo uma entrevista com o pré-candidato a prefeito do partido, Guilherme Boulos (Psol-SP).

Essa ação, que inclui a distribuição de adesivos e panfletos com referências eleitorais, é considerada por especialistas como possível propaganda eleitoral antecipada e improbidade administrativa. Em resposta às críticas, Vespoli nega qualquer irregularidade, alegando intimidação por parte de aliados do prefeito Ricardo Nunes (MDB-SP), conforme noticiado pela Folha de São Paulo.

"Espero que ele seja cassado", disse Garcia. Ao conversar com a coluna Entrelinhas, o ex-deputado explicou que Toninho usa verba de gabinete para elaboração de revistas, o que é legal, desde que usado para promover as ações do mandato. “Mas a partir do momento em que promove um pré-candidato a prefeito pode incorrer em crime”, apontou.

Garcia acredita que Vespoli será responsabilizado, especialmente pelo MP Eleitoral, onde, segundo ele, "não há a menor chance de corporativismo". Para Garcia, a ação de Vespoli ultrapassa os limites legais ao promover um pré-candidato com recursos públicos, configurando propaganda eleitoral antecipada e improbidade administrativa.

Conteúdo editado por:Mariana Braga
0 COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]