i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Francisco Escorsim

Foto de perfil de Francisco Escorsim
Ver perfil

O cansaço da esperança

  • Francisco EscorsimPor Francisco Escorsim
  • 04/12/2020 16:13
Will Smith em cena do filme Beleza oculta.
Will Smith em cena do filme Beleza oculta.| Foto: Divulgação

“E tudo me deu um enjoo. Tinha medo não. Tinha era cansaço de esperança.” E fiquei parado, largado diante da página. É de Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, mais uma de minhas releituras neste ano que em tudo me deu um enjoo. Medo tive, tenho, não de morrer, mas desse cansaço da esperança. Aí me gela a alma.

Mas, num ano de tantas esperas, como não cansar? Esperávamos que a pandemia não fosse tão grave; foi pior. Esperávamos que as quarentenas não durassem tanto e estão longe de acabar. Agora, esperamos que as vacinas venham o quanto antes. Virão? E, se vierem, resolverão? É tudo espera, espera, espera... Mas quanto dessa espera é esperança?

Porque há diferença. Muita. Que pode ser melhor enxergada no personagem Howard Inlet, interpretado por Will Smith, no filme Beleza Oculta, de 2016, atualmente disponível na Netflix (Haverá spoilers na sequência, deixo avisado aos spoilerfóbicos). Howard perdeu sua filha de 6 anos para um câncer. Dois anos depois, seguia vivendo como se a morte fosse todo dia, recusando-se a recomeçar.

Será que neste ano irão cancelar as celebrações pelo nascimento de Jesus com a desculpa da pandemia?

Logo no início do filme, mostrou-se uma série de livros lidos por ele: de religião, espiritualidade, autoajuda. A certa altura, respondeu a um dos personagens citando tudo que aprendeu com essas coisas e do quanto sabia que a morte seria parte natural da vida, que só daria para aceitar. E disse: “Eu entendo, mas é só besteira intelectual porque ela não está aqui segurando minha mão”.

Não aceitava a morte, mas tampouco desistia da vida, escrevendo cartas ao Tempo, ao Amor e à Morte e remontando todos os dias uma sequência de peças de dominó para, em seguida, fazê-las desabar. O que esperava com isso? Não sabia. Era uma espera sem espera. E isso é esperança pura, algo que só é compreensível quando nos damos conta de que não somos nós quem temos esperança, mas ela quem nos tem.

Não por outra razão a Fé, a Esperança e a Caridade são consideradas virtudes divinas, infusas por Deus, não como conquistas humanas. Howard poderia não saber, até recusar, mas a esperança que o sustentava, sem a qual ele se suicidaria de imediato, é a esperança de que a morte não seja o fim. O mínimo de esperança já é redenção em forma de não desistência. É a resposta à pergunta: “por que você não se mata?”

No filme, a Morte, o Tempo e o Amor intervêm na história, respondendo não apenas a Howard, mas também aos demais personagens, mudando a vida de todos para melhor. É uma intervenção claramente transcendental, com a Morte sendo, na verdade, a Fé, a fé de que a morte não é o fim, com isso transformando o Tempo em Esperança, a esperança que faz Howard não desistir, permanecendo próximo da ex-esposa, mesmo aparentemente tão distante, tornados estranhos um ao outro, o que permite enxergar o Amor como mais do que aquele entre cônjuges, entre pais e filhos, entre amigos, mas como algo muito maior, como o “único porquê” da existência, de toda a criação, como a Caridade que vem em nosso socorro, sustentando nossa fé e esperança.

Eis a beleza oculta na dor e sofrimento de Howard, o amor consolador sustentando toda fé e esperança que lhe devolveu à esposa e amigos. Mas há outra beleza oculta no filme, simbólica no tempo em que a história se passa, no período do Advento, com os personagens se preparando para o Natal. Não há nada de explicitamente cristão no filme; provavelmente seus criadores negariam isso veementemente, desconfio. Mas não importa, a presença do Advento está ali, ocultando o Menino Jesus nas decorações natalinas, em cada penduricalho de árvore de Natal, em cada “boas festas”.

Será que neste ano irão cancelar as celebrações pelo nascimento de Jesus com a desculpa da pandemia? Meu cansaço de esperança diz que sim. Mas o Amor que consola e a tudo redime, nunca abandona, nem se afasta, ainda que ocultado em filmes como este e livros como Grande Sertão: Veredas, que entre começar e terminar este texto acabei de ler, descansando minha Esperança com trechos como este: “Mas ninguém pode me impedir de rezar: pode algum? O existir da alma é a reza... Quando estou rezando, estou fora da sujidade; à parte de toda loucura”. Amém.

Conteúdo editado por:Marcio Antonio Campos
6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 6 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • D

    Dissenha

    ± 47 minutos

    E quantos não estão com cansaço de esperança? O texto conduz a uma realidade que com o tal do cansaço, a gente acaba esquecendo; quando estou rezando estou à parte de toda loucura. Muito bom

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • A

      ALVARO JOSE JUNQUEIRA NUNES

      ± 2 horas

      Neste tempo em que estamos com os nervos à flor da pele, tudo nos emociona, porém com o viés da desesperança. O jornalista nos sugere uma guinada, mesmo que o tempo de espera não pareça estar a nosso favor. Se não teremos as festas convencionais, que nos seja concedida ao menos uma trégua, algum momento de reflexão que nos fortaleça das maldades e das mentiras que tem nos assustado demais. Deus está no coração e no entendimento de cada um, que sejamos acessíveis a Ele.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • A

        ALVARO JOSE JUNQUEIRA NUNES

        ± 2 horas

        Neste tempo em que estamos com os nervos à flor da pele, tudo nos emociona, porém com o viés da desesperança. O jornalista nos sugere uma guinada, mesmo que o tempo de espera não pareça estar a nosso favor. Se não teremos as festas convencionais, que nos seja concedida ao menos uma trégua, algum momento de reflexão que nos fortaleça das maldades e das mentiras que tem nos assustado demais. Deus está no coração e no entendimento de cada um, que sejamos acessíveis a Ele.

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • X

          Xarope

          ± 5 horas

          Excelente texto, um dos melhores que li sobre esse tempo de pandemia que vivemos. Parabéns e continue com essa mágica inspiração!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • N

            Nelson Souza Sarinho

            ± 7 horas

            Realmente um texto magnífico. Congratulações!

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • J

              Julio C. Valaski

              04/12/2020 20:12:35

              Além de ótima dica de filme, mensagem muito melhor que um simples "Boas Festas e Feliz Ano Novo"!

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              Fim dos comentários.