Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • L

    Leonidas Moura

    ± 19 dias

    Fantástica abertura para ampliar a discussão em torno de um tema tão distorcido, a idolatria. Vale releitura, bem como a busca de mais fontes, juntamente com as fontes apresentadas. O tema não se esgota fácil. Guilherme de Carvalho apresenta a questão sob um ponto de vista muito interessante e óbvio, mas que nos escapa devido ao bombardeamento a bobagens, falácias e radicalismos indiscriminados.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    LEONARDO RIBAS GOMES

    ± 19 dias

    O Guilherme enrola um texto enorme para defender a liberdade religiosa. Eu concordo que a liberdade religiosa é fundamental. Todos podem e devem poder adorar e seguir aquilo que lhe convém. Desde que o faça por vontade própria. Fora da igreja, fora do domínio de seus fiéis, a igreja, seja qual for, não tem o direito de intervir no modo de vida de ninguém. E a liberdade de expressão é fundamentalmente maior, pois abrange a todos, que a liberdade religiosa, que se encontra apenas dentro de seus domínios.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • L

    Luciano Borges de Santana

    ± 19 dias

    Eu li atentamente o artigo e concluí que o pastor Guilherme de Carvalho poderia ter sido menos prolixo em defender a liberdade de expressão na mesma proporção de defesa da liberdade religiosa. O que ele poderia ter explorado mais no artigo é a indignação seletiva de quem afirma defender o sagrado quando ideologicamente e politicamente lhe interessa, e o uso do dinheiro do contribuinte no financiamento de obras de arte, eventos culturais ou dentro de espaços públicos onde a fé alheia é atacada e ridicularizada sem dó e nem piedade.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    RADAMES MANOSSO

    ± 19 dias

    Rolando Lero dava menos voltas,

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • P

      Paulo

      ± 19 dias

      Preguiçoso.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • M

    Mauro Tapajós Santos

    ± 19 dias

    Liberalismo de críticas. Por mais bonito que soe, não é bem assim na prática. As lógicas não não as mesmas e os ataques não ficam neste modo cordial. Melhor seria: reconhecer aquilo que está consolidado por séculos como superior aos devaneios seculares da época.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.