i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Lúcio Vaz

Foto de perfil de Lúcio Vaz
Ver perfil

O blog que fiscaliza o gasto público e vigia o poder em Brasília

Mordomia

Salário extra: senadores receberam R$ 57 milhões de ‘auxílio-mudança’ em 15 anos

  • Por Lúcio Vaz
  • 14/07/2019 21:44
O senador Alvaro Dias (Podemos-PR). Foto: Daniel Ramalho/AFP
Alvaro Dias foi o senador que mais recebeu “salários extras” de 2004 até hoje, segundo levantamento do próprio Senado: foram 22 ajudas de custo, o equivalente a quase R$ 700 mil em valor corrigido pela inflação.| Foto: Daniel Ramalho/AFP

Mordomia criada há 70 anos, a ajuda de custo paga a deputados e senadores para custear despesas com transporte de pertences até Brasília sofreu alterações ao longo dos anos, mas ainda resiste aos novos tempos. O “auxílio-mudança” é pago sempre no início e no final do mandato. Desde 2004 até o início deste ano, esse benefício já rendeu R$ 57 milhões – em valores atualizados – a 285 senadores e suplentes. Na prática, são salários extras pagos aos parlamentares.

O senador que mais recebeu o benefício foi Alvaro Dias (PODE-PR), com um total de R$ 692 mil – atualizado pela inflação. Foram 22 salários extras de 2004 até hoje. O senador Renan Calheiros (MDB-AL), que foi presidente do Senado por três vezes, ficou em segundo lugar, com R$ 688 mil e o mesmo número de pagamentos. O levantamento do próprio Senado atende a pedido feito pelo blog por meio da Lei de Acesso à Informação. Os números foram enviados em valores nominais.

Estão na lista nomes expressivos da “velha política”, como José Sarney (MDB-AP), com R$ 613 mil; Pedro Simon (MDEB-RS), R$ 599 mil; e Fernando Collor (PROS-AL), R$ 474 mil. Dois ex-senadores cassados pelo Senado por quebra de decoro parlamentar há poucos anos também receberam vultosas quantias em salários extras.

Delcídio Amaral (PT-MS), ex-líder do governo Dilma Rousseff, foi cassado em 2016 por tentar obstruir investigações da Operação Lava Jato. Recebeu R$ 655 mil em salários extras. Demóstenes Torres (DEM-GO) perdeu o mandato em 2012 por conta da sua estreita ligação com o empresário Carlinhos Cachoeira, a quem chamava de “professor”. Já tinha recebido R$ 541 mil em ajudas de custo desde 2004.

Beneficiados arrependidos renunciaram aos salários extras

Alguns dos senadores que receberam boladas de salários extras renunciaram à mordomia neste ano, quando apertou o cerco da imprensa, da sociedade civil e do Judiciário pelo fim do “auxílio-mudança”. Paulo Paim (PT-RS) abriu mão da regalia depois de receber 20 salários extras num total de R$ 618 mil, em valores atualizados. Flávio Arns (REDE-PR) havia recebido R$ 417 mil. Humberto Costa (PT-PE) e Eduardo Braga (MDB-AM) tinham sido contemplados com R$ 200 mil. Randolfe Rodrigues (REDE-AP), com R$ 123 mil.

Questionado pelo blog sobre o fato de ter renunciado a uma mordomia da qual já havia usufruído, Arns respondeu que, além de abrir mão do “auxílio-mudança”, apresentou projeto de decreto legislativo que propõe a sua extinção. “Minha expectativa é a de que, com a aprovação da matéria, que se encontra na Comissão Diretora do Senado Federal, esta seja rapidamente apreciada e convertida em Lei pela Câmara Federal, o que encerrará em definitivo a questão”.

Não é a primeira iniciativa nesse sentido. Dorme nas gavetas do Senado há mais de quatro anos, sem ser perturbado, projeto de decreto legislativo do senador Reguffe (sem partido-DF) que extingue a ajuda de custo devida aos membros do Congresso no início e no final do mandato. Ao tomar posse, em 2015, Reguffe renunciou a todas as mordomias oferecidas pelo Senado, como cota para divulgação do mandato, aluguel de carros, de aviões, combustível, carro oficial, plano de saúde, aposentadoria especial, correios, auxílio-restaurante. E propôs a extinção de todas elas. Foi seguido por cinco novos senadores neste ano, mas o apoio ainda é insuficiente para acabar com os salários extras.

A legislação atual concede a ajuda de custo equivalente ao salário dos parlamentares no início e no final do mandato, para “compensar as despesas com mudança e transporte”. “Tal ajuda de custo não se justifica porque os parlamentares já dispõem de apartamento funcional mobiliado e auxílio-moradia, além de passagens aéreas para deslocamento a Brasília e retorno ao estado de origem”, argumenta Reguffe.

Seis salários extras num ano

A primeira norma legal prevendo o pagamento de ajuda de custo aos membros do Congresso data de 1948. O Decreto Legislativo 53 estabelece o pagamento da ajuda de custo, em duas parcelas iguais, uma no início da sessão legislativa (ano legislativo) e outra no encerramento. O benefício também era concedido no início e no final das convocações extraordinárias. Assim, os parlamentares podiam receber até quatro salários extras por ano.

Mas o estrago nos cofres públicos podia ser ainda maior. Em 1996 e 1997, por exemplo, o Congresso foi convocado em janeiro e julho para votar a reforma da Previdência e outros temas urgentes como as reformas administrativa e tributária. Cada convocação extraordinária rendeu duas ajudas de custo – quatro por ano. Com as duas ajudas de início e final do ano legislativo, foram seis salários extras em 96 e 97, fora o 13º.

A mordomia começou a cair janeiro de 2006, quando novo decreto legislativo manteve as ajudas de custo no início e no final do ano, mas extinguiu o pagamento nas convocações extraordinárias. Também houve naquele ano a redução do período anual de recesso de 90 para 55 dias. Em 14 de fevereiro, a Emenda Constitucional 50 ratificou a decisão e proibiu de vez qualquer indenização a parlamentares por convocação extraordinária.

Mas ainda não era o fim. Em junho, a Justiça decidiu que a convocação de janeiro deveria ser “indenizada” porque a emenda ainda não estava em vigor. Os registros enviados ao blog pelo Senado mostram que, em 2006, os senadores receberam um total de R$ 8 milhões (atualizados) por quatro ajudas de custo. Entre eles estavam Flávio Arns e Paulo Paim.

Como resposta, o silêncio

O blog procurou ouvir os atuais senadores que receberam as maiores boladas de salários extras. Jarbas Vasconcelos (MDB-PE), que recebeu R$ 499 mil, respondeu que sempre utilizou as verbas destinadas aos parlamentares conforme prevê a legislação. Mas acrescentou que sempre se colocou, e segue se colocando, “à disposição para rediscutir as regras atuais de custeio disponibilizadas pelo Congresso Nacional a deputados e senadores". Tasso Jereissati (PSDB-CE) afirmou apenas que apoia a proposta legislativa que tramita no Senado.Os demais senadores silenciaram.

O Senado informou que já renunciaram ao “auxílio-mudança” no início e no final da atual legislatura os senadores Confúcio Moura (MDB-RO), Daniella Ribeiro (PP-PB), Eduardo Braga, Eduardo Girão (PODE-CE), Styvenson Valentim (PODE-RN), Eliziane Gama (Cidadania-MA), Esperidião Amin PP-SC), Flávio Arns (REDE-PR), Humberto Costa (PT-PE), Jorge Kajuru (PSB-GO), Leila Barros (PSB-DF), Marcos Rogério (DEM-RO), Paulo Paim (PT-RS), Randolfe Rodrigues (REDE-AP), Reguffe (Sem partido-DF), Rodrigo Pacheco (DEM-MG), Vandernal Cardoso (PP-GO) e Vital do Rêgo (PSB-PB).

Os senadores que mais receberam salários extras

Senadorvalor R$*
ALVARO DIAS691.955
RENAN CALHEIROS688.377
DELCIDIO AMARAL655.862
ANTONIO CARLOS VALADARES651.969
JOSÉ AGRIPINO MAIA651.969
LÚCIA VÂNIA651.969
ROMERO JUCÁ651.969
VALDIR RAUPP651.969
MARIA DO CARMO ALVES632.366
MAGNO MALTA625.173
FLEXA RIBEIRO623.016
PAULO PAIM618.206
JOÃO RIBEIRO618.205
MOZARILDO CAVALCANTI613.193
JOSÉ SARNEY613.193
PEDRO SIMON599.369
MARCELO CRIVELLA577.510
DEMÓSTENES TORRES541.103
CRISTOVAM BUARQUE523.447
EDUARDO SUPLICY522.266
JARBAS VASCONCELOS499.166
FERNANDO COLLOR474.225
JORGE AFONSO ARGELLO472.826
JAYME CAMPOS470.044
FRANCISCO DORNELLES468.164
KATIA ABREU467.062
CICERO DE LUCENA FILHO465.403
EPITÁCIO CAFETEIRA465.403
INÁCIO ARRUDA465.403
JOÃO DURVAL465.403
MÁRIO COUTO FILHO465.403
TASSO JEREISSATI458.683
GARIBALDI ALVES451.280
ARTHUR VIRGÍLIO NETO417.517
AUGUSTO  BOTELHO417.517
CÉSAR BORGES417.517
EDUARDO AZEREDO417.517
FÁTIMA CLEIDE417.517
FLAVIO ARNS417.517
MÃO SANTA417.517
GERALDO MESQUITA JÚNIOR417.517
HERÁCLITO FORTES417.517
IDELI SALVATTI417.517
PAPALÉO PAES417.517
ALMEIDA LIMA417.517
MARCO MACIEL417.517
OSMAR DIAS417.517
PATRICIA SABOYA417.517
TIÃO VIANA417.517
SÉRGIO ZAMBIASI417.517
SÉRGIO GUERRA417.517
EFRAIM MORAIS411.775
GILVAM PINHEIRO BORGES403.806
ROMEU TUMA389.839
LEOMAR  QUINTANILHA388.395
EDISON LOBÃO FILHO380.465
ALOIZIO MERCADANTE366.098
GERSON CAMATA366.098
WELLINGTON SALGADO360.885
JOSÉ MARANHÃO348.495
JOÃO VICENTE CLAUDINO338.300
JOÃO ALBERTO DE SOUZA338.291
CIRO NOGUEIRA334.560
ROSEANA SARNEY333.039
EDISON LOBÃO331.765
(*) Valores atualizados pela inflação (IPC-A)
Fonte: Senado Federal
27 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 27 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • V

    vanderlei zarpellon

    ± 5 horas

    E nem um desses 81 jaguaras levanta um dedo para propor uma mudança nessas regras escandalosas !! Ficam bem quietinhos como que se o problema não é com ele, é com os outros !! Bem que os 3 paranaenses poderiam meter o pé no pau da barraca e iniciarem um movimento PRÓ MORALIZAÇÃO DA CÂMARA E DO SENADO !

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    João Mauricio

    ± 6 horas

    Por que vcs acham que muitos dos que estão em Brasília querem a Reforma da Previdência?? Assim não irá faltar dinheiro para as mordomias deles. E o povo?? Danem-se!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Helio

    ± 7 horas

    Vejam que isso é somente o senado, que tem apenas 81 senadores. Se botar na conta os de****dos (mais de 500) imagina só os números. Vai sobrar até pro Bolsonaro.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    ADERVAL C FORSTER

    ± 9 horas

    Quando as Vossas Excelências que trabalham um (1 ) dia por semana vão acabar com os nojento SUPLENTE na eleição ? Quando terão juízo e criarão vergonha para trabalhar 5 dias por semana e acabar com as estúpidas mordomias, que vão desde engraxate, e barbeiro até carregador de papéis ? Telefone, correio, transporte, restaurante, tudo é senvergonhice das Excelências

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • 3

    36293385934

    ± 10 horas

    A MÍDIA QUE DEVERIA SER A PRIMEIRA A ENQUADRAR, COBRAR, DENUNCIAR E ABRIR A 'BOCA AOS QUATRO VENTOS' SÃO OS PRIMEIROS A SEREM CONIVENTES COM FATO POR INTERESSES ESCUSOS! QUE DEMOCRACIA É ESSA!?

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • 3

    36293385934

    ± 10 horas

    BRASIL PRECISA AMPARAR SE NAS LEIS DA INDONÉSIA PARA MUDAR A COMEÇAR POR UM PLEBICITO POPULAR PARA APROVAÇÃO IMEDIATA DA PENA CAPITAL E MUITOS POR AÍ NÃO IRÃO FAZER NENHUMA FALTA POR AQUI!ISTO É ÓBVIO; "O JÔIO TEM QUE SER SEPARADO DO TRIGO"!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • 3

    36293385934

    ± 10 horas

    Depois se verifica essas "caras de pasteis " amanhecidos querendo abrir a latrina para dizer algo que parece até preocupados com alguns assuntos e o que na verdade lá estão para se locupletarem com dinheiro publico. Quando um sujeito desses abre a latrina é somente para movimentar milhões em verbas torno do seu próprio umbigo! O POVO NÃO AGUETA MAIS OU SEJA;NÃO SUPORTA MAIS ESTAS CAMBADAS QUE COME SALARIO DE POBRES, MERENDA DAS CRIANÇAS NAS ESCOLA E O DINHEIRO QUE PODIA SER GASTO COM SAÚDE ENQUANTO MUITO MORREM EM CIMA DE MACAS NAS PORTAS DAS POCILGAS BRASIL A FORA! ASSIM NÃO DÁ MAIS!!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • D

    dizar ulm

    ± 10 horas

    Sr. Alvaro Fernandes Dias que posa como paladino da moralidade. Grande demagogo.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • J

    JOSE DE PAULA

    ± 11 horas

    UMA NAÇÃO COM 15 MILHOES DE DESEMPREGADOS , NAÇÃO FALIDA TRABALHADORES GANHANDO APENAS PELA SOBREVIVENCIA SEM DIREITO HA NADA ,SÓ PAGAR CONTAS, UM PAÍS CHEIO DE MISERAVEIS E POBRES E ESTA CASTA DE MARAJAS LEVANDO O DINHEIRO DO POVO NA CARA DURA ...JA RECEBEM MUITO SEM AJUDAR O POVO EM NADA,SENADORES RECEBEM MAIS DE 50 MIL MES ..FORA AS MARACUTAIAS... AGORA MAIS DE 50 MILHOES EXTRAS PRA ESTES XUPA CABRAS DA NAÇÃO.É PRA ACABAR.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Francisco Krupa

    ± 11 horas

    Os políticos e suas mordomias são um dos maiores problemas do Brasil

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    Francisco

    ± 12 horas

    Tais benefícios podem ser imorais mas são legais. Realmente precisamos mudar as regras. Porém, me chama a atenção o jornalista colocar a foto do Alvaro Dias, tentando denegrir a imagem de um dos poucos políticos decentes de Brasília. Tá ficando chato Lúcio!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • L

      Lúcio Vaz

      ± 11 horas

      A foto do senador Álvaro foi usada porque, segundo os registros do Senado, foi ele quem recebeu os maiores valores.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    AMAURI

    ± 12 horas

    Por culpa de muitos lmbecis hipócritas, temos isso aí.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    AMAURI

    ± 12 horas

    Por culpa de muitos lmbecis hipócritas, temos isso aí.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Renata

    ± 12 horas

    Não adianta dizer que não recebe aposentadoria de ex-governador e ficar recebendo essa ajuda de custo que nem faz sentido, já que está em Brasília há inúmeros mandatos. Meu voto para senador não tem mais.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • R

    Ricardo Wagner Barros

    ± 12 horas

    Eu fico bastante admirado com um profissional de um jornal tão conceituado escrever "vultuosas quantias" em vez de "vultosas quantias". Vultuosidade é uma doença. É inadmissível um erro absurdo desse!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • L

      Lúcio Vaz

      ± 10 horas

      Caro Ricardo, está corrigido. Agradeço pela observação. Mas impressiona que o único detalhe que lhe interessou no texto foi esse erro ortográfico. Você acha correto o pagamento desses vultosos salários extras?

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    AMAURI

    ± 13 horas

    Por culpa de muitos lmbecis hipócritas, temos isso aí.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • A

    Adami

    ± 13 horas

    Como o próprio sr. Álvaro Dias dizia em sua última campanha à presidência: "Vergonha!". Eu quero acreditar que existem políticos honestos e moralmente inabaláveis, mas a cada novo dia perco um pouco mais a esperança...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • F

    FELIPE BERBERT GONCALVES

    ± 13 horas

    Engraçado, se fosse uma reportagem sobre salários de docentes, a quantidade de comentários seria muito maior, com o famoso ''*********s''. Parece que nós já nos adaptamos perfeitamente ao sistema de castas, sem questionamentos.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Helena Maria de Souza

    ± 13 horas

    Se eu não acreditar que este país tem jeito terei que cortar os pulsos. Precisamos antes de uma Reforma política definir que os.congressistas que nos representam so podem receber até 10 X o que ganha o trabalhador da base e sem nenhum adicional a mais como ajuda de custo. Serviço público não é para enriquecer ninguém.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Helena Maria de Souza

    ± 14 horas

    Se eu não acreditar que este país tem jeito terei que cortar os pulsos. Precisamos antes de uma Reforma política definir que os.congressistas que nos representam so podem receber até 10 X o que ganha o trabalhador da base e sem nenhum adicional a mais como ajuda de custo. Serviço público não é para enriquecer ninguém.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • M

      Mmf

      ± 14 horas

      Ih, colega! Só nos resta escolher qual lâmina usar. Você acha que eles vão fazer reforma e cortar seus próprios salários? Nunca. Triste realidade a nossa.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    HBF

    ± 14 horas

    Escandaloso e imoral.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • H

    Henrique Medeiros Duarte

    ± 14 horas

    Vergonhosamente é o congresso mais caro do mundo, até quando? Reforma politica já, MAS sem a participação dessa politicagem.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • H

      Helena Maria de Souza

      ± 14 horas

      Henrique toda e qualquer mudança nas leis passam pelo Congresso, daí que acredito set necessário ampla campanha de convencimento para que os parlamentares possam cortar na própria carne. Ou a gente aprende a trocar de de****do e senador até acertar. Redução do tempo de mandato para os senadores e escolha de candidatos não populistas, NÃO demagogos, que não despertem compaixão (como a mãe do século com 55 filhos) e que Não prometam o que o Estado não pode dar, porque o ESTADO não tem e nem produz nada.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

  • V

    valdir pedroso de almeida

    ± 14 horas

    Pais de cidadaos MISERAVEIS, com alto indice de desemprego, possa passando fome, e por ai vai.. pagando altissimos salarios à minoria que cuida da constituiçao brasileira... Voce, cidadao, acha que a escravidao acabou??? SERA QUE O BRASIL TEM JEITO?????

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]

Fim dos comentários.