i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Lúcio Vaz

Foto de perfil de Lúcio Vaz
Ver perfil

O blog que fiscaliza o gasto público e vigia o poder em Brasília

"Troféu Marco Polo"

Novo Senado dobra gastos com viagens internacionais: quase R$ 1 milhão em 4 meses

  • Lúcio VazPor Lúcio Vaz
  • 14/06/2019 20:06
Estátua da Liberdade, em Nova York. Foto: Angela Weiss/AFP
Senado pagou passagens de parlamentares para destinos como Nova York nesse início de legislatura.| Foto: Angela Weiss/AFP

Novo Senado, “velha política”. A prática de esbanjar dinheiro com viagens internacionais não apenas foi mantida no início da atual legislatura – houve uma explosão de gastos. Nos primeiros quatro meses, os senadores gastaram 120% a mais do que no mesmo período do ano passado. Já são R$ 818 mil, contra R$ 368 mil do ano anterior. É mais do que o total das despesas feitas em 2017. E não há controle nos gastos: uma passagem para evento em Doha (Catar) pode custar R$ 19,4 mil ou R$ 36,6 mil.

O “troféu Marco Polo” – tradicional no Congresso – vai para Roberto Rocha (PSD-MA) por enquanto. Ele já torrou R$ 68 mil entre bilhetes aéreos e diárias. Apenas a passagem para Washington (EUA) ficou por R$ 27 mil. A senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), por exemplo, pagou R$ 6,6 mil por uma passagem para Nova York (EUA). Rocha esteve na capital americana para fazer exposição sobre o tema “Uma perspectiva congressional sobre a relação espacial Brasil-EUA”.

Ele ainda gastou mais R$ 36 mil para participar da Thaifex, a “maior feira de alimentos da Ásia”, em Bangkok (Tailândia), onde apresentou a empresários “potencialidades para investir no Maranhão”. Foram R$ 20,3 mil em passagens e R$ 15,7 mil com nove diárias.

A viagem mais cara foi feita pelo senador e ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT-BA). Foram R$ 48 mil, sendo R$ 38 mil em passagens. Ele participou de “missão oficial do governo da Bahia”, juntamente com o governador Rui Costa, mas quem pagou a conta foi o Senado. Wagner está em segundo lugar no ranking de gastos, com R$ 66 mil, porque também esteve em Montevidéu (Uruguai), participando de reuniões do Mercosul.

No mesmo voo, diferenças expressivas

A comitiva de quatro senadores que foi à Doha participar da 140ª Assembleia da União Interparlamentar, em abril, fez uma despesa total de R$ 126 mil. Só em passagens foram R$ 80 mil, sem contar a de Sérgio Petecão (PDS-AC), que ainda não foi lançada. O curioso é que a passagem de Antônio Anastasia (PSDB-MG) ficou por R$ 19,4 mil, enquanto a de Eduardo Braga (MDB-AM) saiu por R$ 36,6 mil. A de Jarbas Vasconcelos (MDB-PE) custou R$ 23,3 mil.

Aconteceu algo semelhante em viagem a Barcelona (Espanha), onde aconteceu a GSMA Mobile Word, evento na área de tecnologia e telecomunicações. A passagem de Arolde Oliveira (PSD-RJ) custou R$ 17,8 mil, já a de Esperidião Amin (PP-SC), R$ 30,3 mil.

Procurado pelo blog, o Senado reconheceu que “a flutuação no valor das passagens aéreas é grande, o que foge da competência do Senado Federal. É comum bilhetes emitidos no mesmo voo apresentarem diferenças expressivas”. Mas destacou que, “antes da emissão, as opções de tarifas mais baratas são encaminhadas aos gabinetes solicitantes”.

“Exploração mineral e diáspora libanesa”

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) foi a Toronto, em março, participar da Prospectors and Developers Association of Canada, a maior feira anual de exploração mineral do mundo. Foi lá que o ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, anunciou às maiores mineradoras do planeta que o governo Jair Bolsonaro pretende liberar a mineração em terras indígenas. Pois bem, a passagem do senador custou R$ 30,6 mil. No site da empresa aérea que fez o voo, a Air Canada, encontra-se voo do Brasil para Toronto por R$ 5 mil. Já na Business Class, fica por R$ 31 mil.

Nelsinho Trad (PSD-MS) gastou R$ 28,6 mil numa passagem para Beirute, onde foi participar da 60ª Conferência do Potencial da Diáspora Libanesa. No seu discurso, falou da promoção de parcerias e acordos bilaterais, sobre suas raízes árabes e a descendência libanesa. O senador Trad foi recebido pelo presidente da República do Líbano, Michel Aoun, que o condecorou com uma medalha.

“Oportunidades de negócios”

Jaques Wagner disse que esteve em Pequim a convite da Embaixada da China e que, na ocasião, “foram firmadas parcerias que resultarão em significativos investimentos no estado da Bahia”. Acrescentou que não viajou de 1ª classe.

Roberto Rocha afirmou que, em Washington, compôs a Cúpula Espacial EUA-Brasil, na qual o governo brasileiro assinou o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas para uso comercial do Centro de Lançamento de Alcântara, localizado no seu estado. Ele palestrou na Câmara de Comércio Brasil-EUA sobre as “potencialidades e oportunidades de negócios” para o Maranhão, como o projeto que cria a Zona de Exportação do estado.

Quanto ao valor das passagens aéreas, afirmou que todas elas foram compradas pela Diretoria-Geral do Senado. “É por lá que são emitidos os bilhetes aéreos para missões oficiais internacionais. Adianto que as viagens ocorreram na classe executiva”.

“Aprofundamento dos debates”

Esperidião Amin disse que a GSMA Mobile Word “oportunizou o aprofundamento dos debates sobre a evolução e o futuro de importante setor na conjuntura nacional e internacional”. Questionada sobre a diferença de preço nas passagens, a sua assessoria disse que “não foi utilizada primeira Classe.

A delegação da participação do senador na comitiva foi aprovada no plenário apenas no dia 19 de fevereiro e o embarque para Barcelona foi no dia 24 de fevereiro. Com a proximidade da data de embarque, as aéreas cancelaram as reservas. Com isso foram feitas novas reservas para a classe executiva nas poltronas remanescentes, o que implicou no preço diferenciado”.

A assessoria de Eduardo Braga afirmou que a diferença no valor da passagem paga pelo senador “deve ter se dado porque ele viajou pela Qatar Airways, a única companhia a fazer vôo direto para Doha – mesmo assim foram 15 horas de vôo. Não foi de primeira classe, foi de executiva”. No evento, destacou a aprovação da Declaração de Doha, com apoio a mecanismos e medidas financeiras em favor da promoção da educação como plataforma para melhorar a paz, a segurança e o estado de direito.

A senadora Daniella Ribeira (PP-PB) informou, por meio da sua assessoria, que viajou em missão oficial para representar o Senado na 63ª Comission on the Status of Women, em Nova York, organizado pela ONU Mulheres. “A viagem foi aprovada pelo plenário do Senado. O valor da passagem foi o menor encontrado, na data possível para compatibilizar a missão no exterior com os compromissos da sua agenda no Brasil”.

12 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 12 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • W

    William Munny

    ± 2 minutos

    O circo político e seus pleitos demagógicos de ganhos. São as contradições de um país de castas, onde sistemas corporativistas nos três poderes corroem o erário público em benefício próprio como pedintes contínuos de regalias. Mas, a bem da verdade, os políticos legislam em causa própria e de seus pares. É o retrato de um país de desigualdades esdrúxulas onde os trabalhadores da iniciativa privada bancam o trem da alegria de luxúrias imorais dos três poderes. Porém, todo poder emana dos políticos e em nome dos mesmos deve ser exercido. Pois, dinheiro no bolso, ambição no coração e comissão pros irmãos!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • H

      HERMES CARLOS BOLLMANN

      ± 3 horas

      Está na Hora de chamar o PRESIDENTE DO SENADO AS FALAS, e começar PROIBIR VIAGENS ""DE TURISMO"" dessa CORJA, e o ministerio da economia CORTAR VERBAS PARA O SENADO: E ASSIM COM COM A CÃMARA DOS DE****DOS, ESTATAIS, etc. etc.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • C

        CARLOS RF

        ± 6 horas

        Perdularios sem precedentes!

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • M

          Marcelo Roberto Fernandes

          ± 7 horas

          Governinho mais do mesmo!

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • E

            eneida

            ± 10 horas

            Dois mundos diferentes. O Brasil que habitamos e lutamos diariamente com as contas para chegar ao final do mês. E o Brasil de suas excelências que podem gastar a vontade como se fossem reis, sem dar satisfação a ninguém.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • I

              Isabel

              ± 10 horas

              Sr Lucio, volto a pedir uma materia deste nivel mas com os gastos das universidades federais. gostaria muito de ver isso!

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • A

                Antonio Cousseau

                ± 2 dias

                Pelo o que eu li e vejo nessa edição trata-se ainda do velho e arcaico senado onde tudo pode. Não pensam em quem os elegeu, nem no povo brasileiro.

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • J

                  JOSMAR PORTUGAL VAZ

                  ± 3 dias

                  Senadores e de****dos corruptos. Roubam ,sem dó , o pobre roubado do povo brasileiro. A reforma política já ! Devemos ter apenas 20 senadores e 250 deputados . Não mais que isso . Municípios com menos 5 mil habitantes deveriam ser extintos. É só cabide de empregos e corrupção. E o povo tendo o poder de pedir a sua cassação, sem dó , se o político pisar na bola. Outra coisa que precisa ser revista na reforma política é o salário dos vereadores que é outra vergonha nacional.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  1 Respostas
                  • I

                    Indignado

                    ± 10 horas

                    Na Reforma Política, que com certeza não irá sair, minha sugestão é 27 Senadores, (26 Estados e 1 DF), já para de****dos federais 81, 3 por estado. Todos devem ter ficha limpa. Se for réu por qualquer crime, devem ser afastados imediatamente, o Suplente assume. Partidos somente 3 também. Um de Direita, um de esquerda e um de Centro. É isso que penso. Acorda Brasil !

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                • H

                  Helena Maria de Souza

                  ± 3 dias

                  Não adianta espernear. Enuanto nao enxugarmos a maquona publica e fizetmos ima Reforma Politica pra valer, diminuindo o numero de patlamentares , assessores e privilegios nada mudará. Ah! precisamos aprovar o RECALL. O poliyco vacilou qualquer cidadao eleitor pode exigir sua cassação

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • M

                    Marcelo Martins

                    ± 3 dias

                    Cadê o gorducho que quer ser presidente que não controla isso!!???

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    1 Respostas
                    • H

                      Helena Maria de Souza

                      ± 3 dias

                      O gorducho nao e senador. Ele preside a Camara.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                  Fim dos comentários.