Mayara Custodio
Atleta que vendia balas no semáforo vence Mundial de jiu-jítsu| Foto: Divulgação/IBJJF

A paranaense Mayara Custodio apareceu aqui no blog, meio que por acaso, em uma postagem de fevereiro.

Atleta de jiu-jítsu já consagrada na faixa-roxa, dona de dois títulos mundiais pela Federação Internacional de Jiu-Jítsu (IBJJF), ela vendia balas em um semáforo de Curitiba para bancar viagem e hospedagem ao Mundial de Long Beach, no Estados Unidos.

Pois bem. A londrinense de 32 anos não só conseguiu arrecadar o dinheiro necessário após a divulgação da matéria (e de várias outras que se seguiram), como ganhou patrocínio competir fora do país.

E, na última sexta-feira (31), Mayara comprovou que só precisava de apoio, pois tem muito talento. A lutadora foi medalha de ouro na categoria absoluto (sem limite de peso), e ficou com a prata na super-pesado (até 83,4 kg).

Mayara venceu a americana Chloé McNally no absoluto
Mayara venceu a americana Chloé McNally no absoluto

"Foi um momento incrível, não sei explicar. Foi um misto de emoções, realizações. Um sonho. Ainda estou anestesiada, sem acreditar que isso aconteceu mesmo", diz a atleta, que ganhou a faixa-marrom do técnico Sebastian Lalli durante cerimônia de premiação.

"O sentimento é de que cada esforço, cada segundo, tudo o que fiz valeu a pena", acrescenta.

A rotina diária de Mayara, pós-treino, envolvia duas horas vendendo balas na esquina da Rua Rio Grande do Sul com a Avenida República Argentina, perto da academia CheckMat.

Cada uma custava R$ 2. Com uma caixa inteira, ela arrecadava R$ 60 por dia, valor que se juntaria à rifas para poder competir nos Estados Unidos. Além disso, a paranaense também arrecadou dinheiro em uma página de financiamento coletivo.

Após ganhar a mídia, contudo, Mayara conseguiu patrocinadores para viajar. A passagem foi paga pela assessoria esportiva Seven Pro. As despesas de viagem até 3 de julho - ela permanece nos EUA para mais um torneio -, vieram da empresa tecnologia para o mercado financeiro Neoconsig. A concessionária Multicar também ajudou financeiramente a lutadora.

5 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]