i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Memória Futebol Clube

Ver perfil

Sem o Coritiba, Petraglia achou o Paraná para ‘rachar a conta’ da Arena

  • PorAndré Pugliesi
  • 01/10/2017 17:15
Sem o Coritiba, Petraglia achou o Paraná para ‘rachar a conta’ da Arena
Sem o Coritiba, Petraglia achou o Paraná para ‘rachar a conta’ da Arena| Foto:

O sonho de Mario Celso Petraglia sempre foi uma Arena Atletiba. Os dois rivais sob o mesmo teto, o Atlético joga num final de semana, o Coritiba joga no outro, e as duas principais torcidas do estado dividem os altos custos de operação do estádio.

O desejo do comandante do Rubro-Negro, entretanto, nunca teve a porta aberta no Alviverde – ao menos o suficiente para ganhar uma chance de efetivamente sair do papel. Sem ainda saber se constrói um estádio novo, ou reforma o Couto Pereira, o fato é que o Coxa pulou fora já há algum tempo.

LEIA MAIS: Paraná fica perto de recorde da Arena e pode jogar Atlético para 6º maior público

Agora, tudo mudou. Petraglia encontrou no Paraná um clube disposto a dividir a Arena em alguns momentos. Ou melhor, achou em Carlos Werner, diretor que, na prática, é quem manda no Tricolor, alguém com ideias semelhantes sobre futebol.

Em entrevista à Transamérica, Werner revelou toda a sua admiração por Petraglia. Chamou o cartola, presidente licenciado do Conselho Deliberativo do Furacão, de “visionário”. Novato no “soccer business” (pra lembrar o sucesso de WhatsApp), o empresário vê em MCP uma referência.

LEIA MAIS: Saiba o que Petraglia revela sobre Arena Atletiba apenas aos seus seguidores

E o plano não poderia ser mais óbvio. Praça esportiva histórica, sede da Copa de 50, a Vila não comporta jogos de expressão na elite. Diante de Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Grêmio etc, não faz sentido, do ponto de vista econômico, o Paraná jogar para cerca de 15 mil pessoas.

Assim, é como juntar a fome com a vontade de comer. O Furacão precisa de um parceiro para rachar os custos da Arena. E o Paraná precisa de um estádio para mandar partidas com alto apelo de público – considerando, claro, que o Tricolor suba para a Primeira Divisão este ano.

LEIA MAIS: Atlético e Coritiba estão unidos pela Arena Atletiba, falta convencer as torcidas

Atlético, Paraná e as contas da Arena

No fim das contas, o Paraná vai acabar ajudando o Atlético a amenizar o rombo financeiro do Joaquim Américo. O acordo tripartite, esquema que financiou a Arena para a Copa do Mundo, firmado com a prefeitura de Curitiba e o governo do estado, segue sem solução. Está na Justiça.

E como cartolas do próprio Furacão já admitiram, as novas arenas, que antes do Mundial eram vendidas como a panaceia para o futebol brasileiro, simplesmente fracassaram. São micos gigantes de concreto, sem naming rights, sem multiuso, sem grana para se sustentarem, algumas nem dono têm.

Ainda bem, para o Atlético, que o Paraná aceitou subir no barco.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

    Fim dos comentários.