Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

ENTREVISTA  - CUCA- CURITIBA - 19-07-11 - ESPORTES

Ao término da vitória sobre a Chapecoense, por 1 a 0, resultado que valeu o título ao Palmeiras, o técnico Cuca se declarou palmeirense. “Nunca neguei ser palmeirense. Deus é tão bom que me fez campeão no time que eu torço”, afirmou o curitibano.

Interessante. Em 2013, o treinador revelou outra paixão clubística. Após uma derrota por 2 a 1 para o Atlético, dirigindo o Atlético-MG, revelou ser torcedor do Furacão.

“Meu consolo, pequeno, se é que tem, por ter perdido a invencibilidade, é que meu time ganhou de mim. Menos ruim, serve de consolo bem pequeno, um alívio”, comentou. Veja a matéria com a declaração. 

Não foi a primeira vez. Numa das melhores seções de todos os tempos do jornalismo esportivo, a Ficha do Ídolo, da Placar, Cuca já havia manifestado o apreço pelo Rubro-Negro. Aproveite para conhecer outras preferências fundamentais do técnico, como o xampu e pasta de dente.

Curiosamente, Cuca nunca jogou nem treinou o Atlético. Por outro lado, já dirigiu Paraná e Coritiba.

LEIA MAIS:

Atlético quer mais sócios. Antes, precisa convencer os atuais a ir à Baixada

Primeira Liga “morre” ao reafirmar regalias. Parabéns, Atlético e Coritiba

Internacional riu ao ser beneficiado contra o Coritiba. Agora chora

É vergonhoso o Flamengo jogar na Arena da Ilha

O dia em que Pelé ficou menor que Sergio Moro

Volta da ditadura? No futebol o autoritarismo reina, o Santos que o diga

Richa e Fruet concordam sobre o potencial da Arena do Atlético; assista

STJD envergonha o Brasil ao punir o Grêmio por causa da filha de Renato Gaúcho

Chega de polêmica e análises vazias. A grama sintética do Atlético é uma realidade 

Carpegiani não está nem aí para o Paranaense, mas a CBF está 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]